terça-feira, dezembro 30, 2008

INTERNET LEVA CLUBES DE XADREZ NA CAPITAL PAULISTA À FALÊNCIA


Carolina Araújo
Da Folhapress
Em São Paulo (SP)


Na noite do dia 13 de dezembro, sábado, o jogador de xadrez Panayote Meidanis lia um jornal no Clube de Xadrez de São Paulo. Sozinho no salão com mais de 50 mesas quadriculadas, aguardava a chegada de um potencial adversário para jogar uma partida.
O ambiente vazio no terceiro andar do prédio na rua Araújo, na região da República, traz poucas evidências de que aquele tenha sido o palco dos principais torneios de xadrez do Brasil nos últimos anos.
Ou de que, na década de 60, 800 sócios freqüentassem o espaço, contra os pouco mais de 40 que, atualmente, ainda pagam a mensalidade de R$ 40.
Nem a tradição salva da decadência o Clube de Xadrez de São Paulo (CXSP), o mais importante do país e, fundado há 106 anos, o mais antigo do continente americano.
A dívida atual ultrapassa R$ 20 mil, diz o presidente da entidade, Celso Freitas. A receita com mensalidades está longe do valor das despesas fixas, de cerca de R$ 4.000 por mês.
Para reduzir custos, o clube restringiu dias e horários de funcionamento e tirou seu site do ar. Na semana passada, ficou dias sem água por falta de pagamento. "O xadrez é vítima da internet", afirma Freitas, que crê que a popularização dos jogos on-line tornou os enxadristas pouco interessados em encarar rivais de carne e osso.
"A qualquer hora e em qualquer lugar, achamos na internet um parceiro para um jogo. Não é preciso um clube", diz.
Por falta de quorum, os torneios internos são semanalmente cancelados. Já os campeonatos profissionais, por falta de patrocínio, são realizados em outros locais. E os sócios que ainda aparecem podem esperar horas por um oponente.
O número de sócios é tão reduzido que o Conselho Deliberativo, que elege o presidente, não preenche as 27 vagas. Hoje são 12 membros, diz o conselheiro Marius Van Riemsdijk.
Além das mensalidades, a fonte fixa de renda era o aluguel de parte do prédio de que o clube é dono. Mas a igreja evangélica que ocupava um dos andares _e irritava os enxadristas com o barulho_ deixou o local.
O Banco Itaú, parceiro histórico, retirou patrocínio desde que Sérgio Freitas, diretor do banco e presidente da Confederação Brasileira de Xadrez, rompeu com a diretoria em 2007. A Copa Itaú, maior torneio aberto do país, não ocorreu no ano passado.
O clube ficava com a renda das inscrições do evento, que reunia cerca de 200 enxadristas e distribuía em média R$ 20 mil em prêmios, números altos para o esporte no país.
Contudo, Sérgio Freitas diz que é um erro relacionar a crise ao fim da Copa Itaú. Segundo o ex-mecenas, erros administrativos levaram o clube à falência. "Faltou realismo. As diretorias não viram as mudanças entre as gerações e continuaram com hábitos dispendiosos antigos."
Eduardo Passos, sócio desde os anos 60, concorda. Diz que os dirigentes abandonaram os sócios para priorizar torneios profissionais, que dão prejuízo devido a cachês e prêmios altos.
"Hoje não temos jogadores formados no clube e os grandes mestres nem aparecem aqui. Fica difícil sobreviver", disse.
Apesar do cenário desanimador, o presidente atual acha que as dívidas diminuirão em 2009. Foi fechada parceria com a Semp Toshiba, que poderá render cerca de R$ 60 mil.
A federação paulista diz também ajudar. "Fazemos eventos na sede e pagamos o aluguel do espaço", afirmou Horácio Prol Medeiros, presidente da entidade, que faz ressalvas. "O CXSP é apenas um entre nossos 40 filiados. Nossa ajuda é voluntária, e não obrigatória."
Para Freitas, as iniciativas são bem-vindas. "Será uma perda significativa se o clube deixar de existir. Não há espaço melhor para jogar xadrez."

quarta-feira, dezembro 24, 2008

10 PERGUNTAS PARA SÉRGIO BUSQUETE!


Uma conversa franca com o virtual melhor enxadrísta piraiense de 2008. Faltando ainda disputar o Municipal Absoluto e Feminino que será disputado em Janeiro, Busquete sobrou em 2008 e dificilmente perderá o título de melhor jogador.
Sérgio fala de suas conquistas, do seu inicio como jogador e de sua determinação, que o levou a ser um dos mais fortes enxadrístas locais.
Sérgio Busquete é sem sombra de dúvida um excelente exemplo de como ser um grande jogador e principalmente, exemplo de como ser um grande ser humano.


1. XP: Quando começou a jogar xadrez? Quem o ensinou?
Busquete: Sempre via meus amigos jogando, todo mundo sabia menos eu... Aquilo me deixou com vontade de aprender, então no final do ano de 1996, estava com 13 anos, eu aprendi a movimentar as peças com ajuda de Vinicius Follador Auer, foi ele quem me mostrou a disposição das peças no tabuleiro e o movimento de cada peça. Com isso peguei gosto pelo jogo, achava interessante, porém só perdia (risos), foi quando resolvi pegar mais afundo esse jogo e tenho como base principal duas pessoas, Maurides Júnior e Carlos Bolivar, os quais sempre estiveram a minha disposição sempre que eu tinha alguma dúvida, me ensinavam o que sabiam e emprestavam-me materiais para estudo. Sou muito grato a eles pela paciência que tiveram.

2. XP: Você se inspirou em algum grande mestre para continuar jogando?
Busquete: Sim, até hoje tenho como ídolo o GM Mijhail Botvinnik, tri campeão mundial e dono de belas partidas.

3. XP: Como analisa o Xadrez em Piraí do Sul?
Busquete: O Xadrez em Piraí do Sul evolui de forma até inacreditável, mas não por sorte ou algo assim, foi pelo trabalho intenso dos atletas e das pessoas envolvidas diretamente no Clube de Xadrez, pessoas que sempre se dedicaram para que o Xadrez de Piraí seja respeitado em todo o Paraná e conhecido no Brasil. Lembro em 1997, quando pela primeira vez o Xadrez de Piraí do Sul foi em um Juventude (Jogos da Juventude do Paraná), em Cascavel, e na ocasião sempre estávamos na última e penúltima mesa, ninguém nos conhecia, até ironizavam nossa equipe... Mas o tempo passou e hoje temos equipe que com absoluta certeza tem chance de ser campeã nos Jogos da Juventude. Como disse, toda essa evolução se deu por causa da dedicação dos atletas e principalmente pelo esforço da coordenação onde Maurides Júnior tem comandado desde a criação do Clube até dias de hoje. Comandando de forma honrosa e mostrando resultados.

4. XP: Como foi fazer parte da comissão amigos do xadrez?
Busquete: Foi uma honra ter sido convidado para fazer parte da comissão, sempre gostei de dar idéias e poder ajudar e nada melhor que fazer aquilo que sabemos que será pra nós mesmos. Nossa comissão é integrada por pessoas competentes e quando preciso até imparciais para poder tomar decisões difíceis. Atualmente temos um estatuto (Regimento) que fizemos com o decorrer de vários anos, aprendemos levando tombos, errando... Ainda não está perfeito, mas estamos próximos disso.

5. XP: Qual você considera sua maior conquista ou sua melhor partida?
Busquete: Bom, fiquei muito contente em ganhar pela primeira vez um campeonato, o amigos do clube, em 1997, ganhei esse campeonato e na época eu ainda não tinha completado um ano de Xadrez, ali percebi que se eu estudasse e levasse a sério teria condições de jogar de igual pra igual com enxadrístas locais de alto nível.

6. XP: Existe algum campeonato local ou regional que ainda gostaria de conquistar?
Busquete: Com certeza, o Campeonato Municipal, já bati na trave várias vezes, mas até agora nada, mas ainda pretendo ter um troféu de primeiro lugar desse campeonato. Vou lutar pra isso.

7. XP: Como você se define como jogador? Qual o seu estilo?
Busquete: Acho que sou um jogador que incomodo, não sou forte, mas luto até o final, não me deixo ser vencido com facilidade, se quiser ganhar de mim vai ter que suar um pouco (risos). Desde que comecei a jogar nunca gostei muito de ficar na defensiva, eu ia pro ataque, porém, naquela época eu até sacrificava algumas peças, perdia outras e perdia o jogo. Mas agora estou mais consciente, entendi mais o jogo, mas ainda continuo agressivo, se eu puder atacar não penso duas vezes pra isso, pois é terrível ficar na defensiva, olhar todas as peças do adversário vindo e você não poder fazer nada pra pará-las!!

8. XP: Qual sua expectativa para os próximos anos?
Busquete: Quero participar de todos os campeonatos possíveis, mas como objetivo agora é melhorar meu rating fexpar, pois não consigo ir bem consecutivamente em dois campeonatos valendo fexpar. Pretendo também subir no Ranking piraiense Rápido/Relâmpago e se possível se manter em primeiro no ranking convencional. Se conseguir tudo isso já poderei dizer que 2009 será um bom ano pra mim no xadrez. Para os próximos anos, se Deus me permitir, quero continuar jogando e ensinando o que sei para os próximos que virão, quero que estes vão para outros lugares jogar e mostrar suas capacidades e se possível trazer resultados para Piraí do Sul.

9. XP: Você é considerado com um dos melhores jogadores piraienses de todos os tempos. Quais outros enxadrístas locais você considera como fortes jogadores?
Busquete: Bom, é uma pergunta difícil, têm vários que considero fortes, cada um com seu estilo, mas atualmente posso falar de quatro enxadrístas, sendo eles:

Guilherme Brizola: é um jogador que quase nunca erra, é muito difícil jogar com ele, a gente tem que se esforçar muito pra conseguir ganhar.

Maurides Júnior: é o maior teórico entre todos, sempre tem uma cilada, sempre tem uma nova abertura, uma nova linha de jogo que acaba confundindo a gente, seus êxitos estão sempre ligados aos seus conhecimentos teóricos devido ao seu profundo estudo sobre o xadrez.

Adenilson Moreira: é um jogador que ao longo da partida vai obtendo pequenas vantagens, logo na abertura e meio jogo e quando a partida se aproxima do fim ele já está com a partida praticamente ganha.

Rafael Nabosny: uma mistura de todos que citei, admiro muito seu jogo, é bastante ofensivo e difícil de ser batido.

Mas existem vários outros que não citei que também são jogadores excelentes como: Paulo Brizola, André Halat, Felipe Truppel, José Valderino entre outros.

10. XP: O que você diria para as crianças que querem começar a praticar xadrez em Piraí do Sul?
Busquete: Acho que vou falar isso a vida inteira, pois aconteceu comigo... “Para o xadrez não precisa inteligência, mas sim vontade”... Quando comecei eu tinha em mente que jamais jogaria bem porque nunca fui muito inteligente, mas posso dizer com certeza que tudo que consegui na minha vida foi através de esforço, sempre batalhei, sempre dei o melhor de mim. Se alguém tem um objetivo na vida, corra atrás e não desista nunca, tenho certeza que as crianças se realmente tiverem vontade de ser excelentes enxadrístas só dependerá delas.
Sempre acreditem em vocês mesmos!!

No mês de janeiro o entrevistado será o vencedor do Circuito de Xadrez Rápido dos Campos Gerais (Absoluto), que será conhecido no dia 04/01/2009.

FELIZ E SANTO NATAL A TODOS!!


FELIZ E SANTO NATAL!

Nesse dia especial
que vemos passar por nós
incansavelmente
ao longo de toda a vida
vamos abrir as portas
dar ao Menino Deus
as boas vindas!!!

Vamos salpicar amor
na mesa farta e depois
abrir os braços para Jesus.
Afinal a festa é dele
e é preciso lembrar
seu lugar e seu presente
ninguém deve ocupar.

Que a paz reine em tua casa
que envolva teu coração
que o amor que Ele pregou
jamais tenha sido em vão.
Estou feliz e divido
minha alegria contigo:

Feliz e Santo Natal!!!
São os sinceros votos de Maurides Júnior!

segunda-feira, dezembro 22, 2008

O BOM E VELHO MEQUINHO!!


Mequinho (foto) conquistou o título de campeão brasileiro de Xadrez pela Internet, evento experimental da CBX.

O Campeonato Brasileiro pela Internet terminou com a vitória do principal enxadrista brasileiro de todos os tempos, GM Henrique Mecking, que mostra que está em forma. O GM Rafael Leitão ficou em 2º, e os demais foram 3º MI André Diamant, 4º GM Alex Fier, 5º GM Gilberto Milos, 6º MI Marcus Vinicius Santos, 7º MI Krikor Mekhitarian, 8º MI Everaldo Matsuura, 9º Luiz Guilherme Aurelli Abdalla, 10º GM Darcy Lima, 11º MF Juliano Matias, 12º MI Rodrigo Disconzi, 13º MI Antonio Carlos Resende, 14º MF Paulo Jatobá Reis, 15º MI Jorge Bittencourt, 16º Alfeu Bueno, tendo participado portanto muitos jogadores da primeira linha do Brasil.
O torneio, que era uma experiência, e que é e será importante no futuro, transcorreu sem falhas, o que indica a possibilidade de se repetir a iniciativa.
Congratulamo-nos com os vencedores e os participantes.
(Texto extraído da CBX; autor: Sérgio Silva de Freitas (Presidente).

quarta-feira, dezembro 17, 2008

ANDRÉ DIAMANT É O NOVO CAMPEÃO BRASILEIRO!


Coincidência ou não, no jubileu de diamante do Campeonato Brasileiro, o jovem André Diamant conquistou o mais importante título nacional da modalidade!

O jovem talento brasileiro MI André Diamant foi o grande Campeão do Brasil de 2008 depois de empatar na última rodada com o campeão anterior, GM Giovanni Vescovi, em uma emocionante partida. Diamant, com 18 anos de idade, não somente é um novo Campeão do Brasil, mas conquistou também sua segunda norma de grande mestre. Giovanni Vescovi ocupou o segundo lugar a meio ponto de distancia e Alexandr Fier o terceiro, com a mesma pontuação, mas com pior desempate. GM Darcy Lima ganhou o prêmio pela melhor partida (contra GM Leitão).
A 75.ª ediçao do Campeonato Brasileiro aconteceu em Porto Alegre, entre 7 e 16 de dezembro de 2008. Se trata de um torneio pelo sistema de liga, com onze rodadas e com um ritmo de jogo de hora e meia mais 30 segundos de incremento desde o primeiro movimento.

A classificação final foi a seguinte:


Fonte: http://www.chessbase.com/espanola/newsdetail2.asp?id=6655

terça-feira, dezembro 02, 2008

5.ª COPA JAIME SUNYE - RESULTADOS.

Carlos Cabral e Josiane Ribeiro ficam com as vagas para a final do paranaense na etapa classificatória de Piraí do Sul!

Com arbitragem do AR Geovano Oliveira e auxilio de Rafaele Ferreira Silva aconteceu em Piraí do Sul a 5.ª Copa Jaime Sunye, válida como etapa classificatória para a final do Campeonato Paranaense de Xadrez Absoluto e Feminino.
O sistema de competição foi o suíço em cinco rodadas com tempo de reflexão de 20 min./k.o.

A classificação final anotou os seguintes resultados - melhores:

Absoluto:
1. Carlos Cabral (5.0 / Campo Mourão); 2. Rafael Nabosny (4.0 / Piraí do Sul); 3. Adenilson Moreira (3.0 / Piraí do Sul); 4. Marcos Bueno (3.0 / Castro); 5. Clayton de Oliveira (3.0 / Ponta Grossa).

Feminino:
1. Josiane Ribeiro (2.0 / Ponta Grossa); 2. Saynne Biedermann (2.0 / Ponta Grossa).

Conheça todos os vencedores da Copa Jaime Sunye:

segunda-feira, novembro 17, 2008

PARANÁ É PRATA NAS OLIMPÍADAS ESCOLARES!


João Pessoa (PB) – Depois de três dias de muita concentração em cinco rodadas da modalidade de xadrez convencional os paranaenses Thiago Crema de Macedo do Colégio Marista Pio XII de Ponta Grossa e Joice Kathcart do Colégio Nobel de Paranavaí, conquistaram a medalha de prata na competição.
Joice teve três vitórias nas três primeiras rodadas, foi derrotada na quarta, mas não desanimou e na última rodada com muita dedicação chegou à vitória para garantir a medalha de prata. Joice é irmã gêmea de Jéssica Kathcart, que ano passado em Poços de Caldas, ficou com a medalha de ouro nas Olimpíadas de 12 a 14 anos. Este ano é a primeira vez na nova classe de 15 a 17 anos. Na fase regional que venceu a competição foi Jéssica, que desistiu de ir à fase final dos Jogos Colegiais em Curitiba, como a vaga pertence ao Colégio, foi a vice-campeã, sua irmã Joice, que deu conta do recado, ficou campeã estadual e agora em João Pessoa conquistou a prata. “Foi muito bom ter ganhado esta medalha, estou muito feliz. Como ano passado a Jéssica dividiu a medalha comigo, esta de prata pertence a ela também, tenho certeza que ela estava torcendo muito por mim”, disse Joice.

O ouro ficou com Ana Vitória Rothebarth do Mato Grosso e o bronze com Vanessa Faustino Luiz do Rio de Janeiro.
No masculino, Tiago Macedo, começou vencendo, depois teve dois empates, e no último dia de disputas, na quarta rodada conseguiu uma brilhante vitória, e prometeu que iria pegar uma medalha, Promessa realizada, nova vitória e a medalha de prata após a quinta rodada. Esta é a segunda medalha de Thiago nas Olimpíadas Escolares, em 2006, na classe de 12 a 14 anos, em Poços de Caldas, Thiago ficou com a medalha de bronze. “Foi ótimo esta medalha, fiquei feliz, e saber que muita gente esta torcendo por e a retribuição desde carinho é com esta medalha”, disse Thiago.
A medalha de ouro foi para Bergson Fernandes Filho do Maranhão e o bronze para Igor Conte Mourão do Rio de Janeiro.
Para a técnica Giany Machado França, que acompanhou os dois enxadristas, disse que a conquistas destas medalhas é fruto da dedicação do alunos. “Estou muito orgulhosa deles. A Joice já é minha aluna, sempre dedicada, como sua irmã Jéssica. e o Thiago um amor de menino, muito dedicado e inteligente. Fico feliz em fazer parte desta conquista”, avaliou Giany.

O presidente da Paraná Esporte Ricardo Gomyde, mais uma vez ficou feliz por mais duas medalhas conquistadas pelo Paraná. Joice e Thiago são exemplos que os nossos Jogos Colegiais são importantes para o desenvolvimento do esporte em todas as cidades do Paraná. Eles estão de parabéns, pos esta conquista, e com certeza darão ainda muitas outras alegrias ao Paraná”, afirmou Gomyde.

Extraído da página da Paraná Esporte:
Governo do Estado do Paraná
Secretaria de Estado da Educação – Paraná Espore
Coordenação de Comunicação
Marcelo Flessak

quarta-feira, novembro 05, 2008

10 PERGUNTAS PARA VERA LÚCIA SALDANHA SGUARIO.

A Professora Vera Lúcia Saldanha Sguario conta um pouco de sua experiência frente à Secretaria de Esportes de Piraí do Sul, do orgulho que tem dos enxadrístas locais e do trabalho realizado na área e se emociona ao falar do pai, o Professor e enxadrísta Hélio Saldanha.

1. XP: Quando teve seu primeiro contato com o jogo de xadrez?
Prof.ª Vera:
Em tempo idos... Nasci e me criei vendo meu pai participando de Campeonatos Estaduais e até nacionais, não esquecendo dos jogos competitivos realizados nos finais de tarde, sábados, domingos e feriados, quase sempre em nossa casa, regado com muito chimarrão.

2. XP: Como foi receber o convite para participar da fundação do Clube de Xadrez Municipal que leva o nome do seu pai, o professor Hélio Saldanha?
Prof.ª Vera:
Muito gratificante e emocionante vendo o nome de nosso pai, perpetuado no esporte através do xadrez. São gestos como estes que nos incentivam a continuar prestando serviços relevantes para a comunidade, pois: “Todos colhemos o que plantamos”.

3. XP: A família Saldanha sempre foi adepta dos esportes, isso vem de herança do prof. Hélio?
Prof.ª Vera:
Felizmente nossa família foi e continua adepta ao esporte. São gerações, partido de meu pai e irmãos, passando para os filhos e hoje já está com nossos netos, seguindo o caminho que achamos o melhor, na atual conjuntura; O Esporte.

4. XP: A cidade de Piraí do Sul hoje é conhecida como um dos municípios que mais se destacam no Estado na modalidade de xadrez em várias faixas etárias. A que se deve este destaque?
Prof.ª Vera:
O xadrez Piraiense já e reconhecido no Estado. Vários fatores influenciaram: apoio, infra-estrutura, credibilidade e trabalho, muito trabalho e dedicação, principalmente do instrutor (Maurides) num projeto que se iniciou tímido, difícil pela complexidade da modalidade esportiva, foi crescendo, se estruturando e hoje chegou aonde chegou, e com certeza, se projetará ainda mais.


5. XP: Quando assumiu a pasta da secretaria de esportes em 2001 a senhora criou a Comissão Amigos do Esporte, uma oportunidade para aproximar a comunidade da administração esportiva. Foi criada também a Comissão Amigos do Xadrez. Como analisa a atuação destas comissões ao longo destes anos?
Prof.ª Vera:
Não foi fácil convocar e reunir pessoas da comunidade para opinar, discutir, apontar soluções para os problemas relacionados à pasta. Muitos anos de conscientização, apoio, até que se atingisse o objetivo: aproximação da comunidade, mais precisamente esportiva, ajudando, julgando, decidindo o que é melhor para a comunidade. O primeiro passo foi dado para a administração participativa.

6. XP: Hoje existe em Piraí do Sul a lei de incentivo do ensino de xadrez nas escolas públicas municipais, qual a importância desta lei?
Prof.ª Vera:
A modalidade de xadrez, até alguns anos atrás desconhecida, hoje para as Escolas Públicas Municipais por meio da Lei é de suma importância. Desenvolve todos os sentidos: atenção, disciplina, raciocínio, espírito de equipe e competitividade, além do lazer sadio que a modalidade proporciona.

7. XP: Neste ano a senhora estará deixando a secretaria de esportes, apesar disso, pretende acompanhar não só o xadrez como todas as outras modalidades esportivas?
Prof.ª Vera:
Com certeza. Não somos perpétuos em cargos e funções, principalmente públicos, mesmo porque acreditamos que mudanças são necessárias para que mais pessoas tenham oportunidade de apresentarem e desenvolverem seus projetos que venham ao encontro da comunidade Piraiense. Costumo dizer que depois de meu esposo, filhos, netos e familiares, o ambiente que mais me identifico são os locais esportivos, assistindo, participando, torcendo e vibrando. Nem que seja pela TV.

8. XP: Qual sua expectativa com relação ao próximo secretário de esportes?
Prof.ª Vera:
A expectativa não é só minha, mas de todos os munícipes. Tenho certeza que a próxima gestão tudo fará para a continuidade, já que o piraiense é um desportista nato. Desejo muito sucesso a meu sucessor ou sucessora e toda a sua equipe.

9. XP: A senhora foi secretária de esportes em quatro gestões, isso demonstra sua competência na área. Qual o legado que a senhora deixa aos esportistas e aos funcionários com que conviveu ao longo destes anos?
Prof.ª Vera:
Fui secretária em 4 gestões, em tempos diferentes. Não me julgo tão competente assim, acho que existem outras pessoas que teriam, talvez, mais condições de exercer tal função. Porém, o que tenho é muito boa vontade, disposição e muita garra, não desisto nunca no primeiro obstáculo. O legado que espero ter deixado é de experiência, companheirismo, respeito e de lealdade. Dizer que tive o prazer de conviver por oito anos consecutivos com uma pequena equipe, porém de grandes valores, formando a “família do esporte” e que juntos vestimos a camisa.

10. XP: Qual a mensagem que a senhora deixa aos praticantes do xadrez em Piraí do Sul?
Prof.ª Vera:
Dizer do meu orgulho e satisfação em ter jovens como vocês, que em um mundo onde há tanta inversão de valores, de conceitos e respeito, existem jovens, adolescentes e adultos que se utilizam da prática do xadrez não só competitivo, mas de lazer também. Prossigam, perseverem... O mundo tem jeito e vocês enxadrístas piraienses conseguem separar o joio do trigo. Parabéns, sigam em frente e contem sempre comigo no que estiver ao meu alcance.

No mês de dezembro o entrevistado será o campeão do Circuito Piraiense de Xadrez que será conhecido após a disputa do XIII Municipal Absoluto de Xadrez.

segunda-feira, novembro 03, 2008

II CXRCG - 4.ª ETAPA - RESULTADOS.

Gabriel Broday (Ponta Grossa) e Alessandro Monteiro (Piraí do Sul) foram os grandes vencedores desta etapa.
Neste feriado do dia 02 de novembro o Colégio Jorge Queiroz Netto (CEJQN) foi palco da quarta etapa do CXRCG – Circuito de Xadrez Rápido dos Campos Gerais.
O sistema de competição foi o suíço em sete rodadas com tempo de reflexão de 20 min/k.o. A arbitragem ficou a cargo do AR Maurides Júnior auxiliado por André Leme Halat e Leandro Moura.
Nesta etapa destacamos o excelente desempenho dos enxadrístas Gabriel Broday (Absoluto) e Alessandro Monteiro (Juvenil) que obtiveram 100% de aproveitamento e graças aos seus desempenhos conquistaram um aumento considerável de rating Fexpar.
Adenilson Moreira obteve a segunda colocação e pela sua regularidade assumiu a liderança do Circuito e agora depende apenas das próprias forças para ser o campeão e garantir sua vaga na final do paranaense absoluto deste ano.
A quinta e última etapa acontecerá no dia 07 de dezembro em Piraí do Sul.

A classificação final por categoria foi a seguinte – melhores:

Absoluto:
1. Gabriel Broday (7.0 / Ponta Grossa); 2. Adenilson Moreira (6.0 / Piraí do Sul); 3. Claudinei Góis de Oliveira (5.0 / Siqueira Campos); 4. Vagner da Silva (4.0 / Piraí do Sul); 5. Herbert Patrick Morais (4.0 / Ponta Grossa).

Sub 14
1. Alessandro Monteiro (7.0 / Piraí do Sul); 2. Willian King (5.0 / Piraí do Sul); 3. Fabiana Rodrigues (4.0 / Piraí do Sul).

Sub 12
1. Renato de Oliveira Barreto (6.0 / Piraí do Sul); 2. Ingryd Salete Borges (4.0 / Piraí do Sul); 3. Diogo Rentz (3.0 / Piraí do Sul).

Sub 10
1. Felipe Fankin Bett (3.0 / Piraí do Sul); 2. Samuel King (3.0 / Piraí do Sul); 3. Andrey Felipe Lopes (3.0 / Piraí do Sul).


Sub 08
1. Luiz Fernando Lemes (4.0 / Piraí do Sul); 2. Douglas Rentz (3.0 / Piraí do Sul); 3. Higor Flügel (1.0 / Piraí do Sul).

Após a disputa da quarta etapa os melhores colocados no Circuito são os seguintes:

Absoluto:
1. Adenilson Moreira (392,85 / Piraí do Sul); 2. Herbert Patrick Morais (378,57 / Ponta Grossa); 3. Gabriel Broday (359,43 / Ponta Grossa); 4. Rafael Nabosny (319,33 / Piraí do Sul); 5. Sérgio Busquete (237,47 / Piraí do Sul).

Feminino:
1. Rafaele Ferreira Silva (110,53 / Piraí do Sul); 2. Thaís Branger Correa (41,33 / Jaguariaíva); 3. Rafaela Xavier (32,57 / Arapoti).

Sub 16
1. Mayko Pereira (331,53 / Ponta Grossa); 2. Felipe Ribas (312,85 / Ponta Grossa); 3. Wagner Sokolski (103,71 / Piraí do Sul).

Sub 14
1. Willian King (265,61 / Piraí do Sul); 2. Alessandro Monteiro (181,67 / Piraí do Sul); 3. Victor Gomes Brondani (83,14 / Arapoti).

Sub 12
1. Renato de Oliveira Barreto (323,67 / Piraí do Sul); 2. Geovani Broday (207,14 / Ponta Grossa); 3. Ingryd Salete Borges (148).

Sub 10
1. Marcelo Ferreira Barreto (157,05 / Piraí do Sul); 2. Felipe Fankin Bett (62,86 / Piraí do Sul); 3. Samuel King (51,33 / Piraí do Sul).

Sub 08
1. Luiz Fernando Lemes (179,33 / Piraí do Sul); 2. Douglas Rentz (93,04); 3. Lesly Montúfar (66 / Londrina).

A Diretoria Regional dos Campos Gerais entregou na tarde desta segunda-feira (03/11) os alimentos arrecadados nesta etapa. A entidade beneficiada foi o Asilo São Vicente. Maurides Júnior, Diretor Regional da FEXPAR, destaca que desde que assumiu a direção regional tem essa preocupação de foro social.

Na próxima etapa, 07 de dezembro, em Piraí do Sul, serão arrecadados brinquedos para a brinquedoteca da APAE.

quinta-feira, outubro 30, 2008

ANAND AINDA É O CAMPEÃO MUNDIAL!

Com um empate na 11.ª rodada Anand mantem o título máximo do Xadrez mundial!

Anand empatou com peças brancas e manteve seu título sem necessidade de jogar a 12.ª partida. Anand optou por jogar 1.e4, que normalmente é sua abertura favorita. Kramnik jogou a Variante Najdorf da Siciliana, tentando desequilibrar, mas Anand pronto desviou-se dos terrenos conhecidos e não teve problemas para manter o controle sobre a partida. Depois de uma troca forçada de damas, Kramnik, com ligeira desvantagem no final, deixou de esforçar-se e ofereceu empate. Anand ganhou o Campeonato Mundial de 2008 por 6,5:4,5. Felicidades ao Campeão Anand!

A partida que decidiu o título mundial.

Partida 11
(11) Anand,V (2783) - Kramnik,V (2772) [B96]

WCh Bonn GER (11), 29.10.2008
1.e4 c5 2.Cf3 d6 3.d4 cxd4 4.Cxd4 Cf6 5.Cc3 a6 6.Bg5 e6 7.f4 Dc7 8.Bxf6 gxf6 9.f5 Dc5 10.Dd3 Cc6 11.Cb3 De5 12.0–0–0 exf5 13.De3 Bg7 14.Td5 De7 15.Dg3 Tg8 16.Df4 fxe4 17.Cxe4 f5 18.Cxd6+ Rf8 19.Cxc8 Txc8 20.Rb1 De1+ 21.Cc1 Ce7 22.Dd2 Dxd2 23.Txd2 Bh6 24.Tf2 Be3 ½–½

Fonte: http://www.chessbase.com/espanola/newsdetail2.asp?id=6488

terça-feira, outubro 28, 2008

MUNDIAL DE XADREZ - R10 - KRAMNIK RESPIRA!

A volta por cima de Kramnik (foto)?!

Bastava um empate para Vishy Anand manter o título, porém parece que ao estar tão perto do triunfo os nervos parecem atrapalhar um pouco. Em uma tranqüila variante da Defesa Nimzoindia, que Anand já havia jogado em várias ocasiões, o Campeão Mundial perdeu o rumo e consumiu muito tempo. Kramnik atacou conseqüentemente até terminar rompendo a posicão das negras com as peças maiores. No movimento 29 Anand não teve mais remédio que render-se.
O marcador agora é de 6:4 em favor de Anand.

Eis a partida:

Partida 10
(10) Kramnik,V (2772) - Anand,V (2783) [E21]
WCh Bonn GER (10), 27.10.2008
1.d4 Cf6 2.c4 e6 3.Cc3 Bb4 4.Cf3 c5 5.g3 cxd4 6.Cxd4 0–0 7.Bg2 d5 8.cxd5 Cxd5 9.Db3 Da5 10.Bd2 Cc6 11.Cxc6 bxc6 12.0–0 Bxc3 13.bxc3 Ba6 14.Tfd1 Dc5 15.e4 Bc4 16.Da4 Cb6 17.Db4 Dh5 18.Te1 c5 19.Da5 Tfc8 20.Be3 Be2 21.Bf4 e5 22.Be3 Bg4 23.Da6 f6 24.a4 Df7 25.Bf1 Be6 26.Tab1 c4 27.a5 Ca4 28.Tb7 De8 29.Dd6 1–0

segunda-feira, outubro 27, 2008

MUNICIPAL SUB 18!


Rafael Nabosny conquista o tricampeonato piraiense sub 18!

No último final de semana, dias 25 e 26/10 o Clube de Xadrez foi palco da decisão do título de campeão municipal na categoria até 18 anos.
O sistema de competição foi o suíço em quatro rodadas com tempo de reflexão de 65 min./k.o.
Como era de se esperar o campeonato foi muito disputado e o vencedor foi conhecido apenas na última rodada no jogo entre Nabosny e Lucas Oliveira. Rafael fez um bom uso do Gambito Benkö e com um melhor desempate que Valderino conquistou o evento pela terceira vez seguida.

A classificação final foi a seguinte – cinco melhores:

1. Rafael Nabosny (3½ / SB = 7.75); 2. José Valderino (3½ / SB = 2.75); 3. Tomílas Blens (3.0); 4. Vagner da Silva (2.0); 5. Lucas Ferreira Oliveira (1.0).

Algumas partidas do evento.

Tomílas Blens (1966) x Rafael Nabosny (2095) – Defesa Siciliana [B33]
III Municipal Sub 18 (2), 25.10.2008
1.e4 c5 2.Cf3 Cc6 3.d4 cxd4 4.Cxd4 Cf6 5.Cc3 e5 6.Cf3 Bb4 7.Bd3 d5 8.Cd2 Bg4 9.f3 Bh5 10.Cxd5 Cxd5 11.exd5 Dxd5 12.0-0 Bc5+ 13.Rh1 0-0 14.Cb3 Tad8 15.Cxc5 Dxc5 16.De1 Cb4 17.De2 Cxd3 18.cxd3 Db5 19.Df2 Dxd3 20.Be3 a6 21.Tfe1 Td5 22.Tac1 h6 23.h3 Tfd8 24.Tc7 b5 25.Tec1 e4 26.f4 De2 27.T1c2 Td1+ 28.Rh2 Dxf2 29.Bxf2 Bg6 30.Be3 T8d3 31.Te2 f5 32.Tc6 Bh5 33.g4 fxg4 34.hxg4 Bxg4 35.Tg2 Bf3 36.Bg1 Bxg2 37.Rxg2 T3d2+ 38.Rh3 e3 39.Te6 0-1

José Valderino (2064) x Lucas Oliveira (1893) – Defesa Índia do Rei [E70]
III Municipal Sub 18 (2), 25.10.2008
1.d4 Cf6 2.c4 g6 3.Cc3 Bg7 4.e4 d6 5.Bd3 0-0 6.Cge2 c5 7.d5 e6 8.0-0 Te8 9.Bg5 h6 10.Bxf6 Bxf6 11.f4 exd5 12.cxd5 Bd7 13.Dc2 Db6 14.Rh1 Ca6 15.Bxa6 Dxa6 16.f5 g5 17.Cg3 Bd4 18.h4 f6 19.Dd1 Te7 20.Dh5 Be8 21.Dg4 Tg7 22.Ch5 Bxh5 23.Dxh5 Tf8 24.Tf3 Bxc3 25.Txc3 Db5 26.b3 De8 27.Dxe8 Txe8 28.hxg5 Txg5 29.b4 cxb4 30.Tc4 a5 31.a3 b5 32.Tc6 Td8 33.axb4 axb4 34.Tb1 Tg7 35.Txb4 Tb7 1-0

Rafael Nabosny (2095) x José Valderino (2064) – Defesa Siciliana [B32]
III Municipal Sub 18 (3), 26.10.2008
1.e4 c5 2.Cf3 Cc6 3.d4 cxd4 4.Cxd4 e5 5.Cf5 g6 6.Cd6+ Bxd6 7.Dxd6 De7 8.Dd1 Cf6 9.Cc3 h6 10.Bd3 d6 11.0-0 g5 12.Cd5 Cxd5 13.exd5 Cb4 14.Bc4 Bf5 15.Bb3 0-0 16.a3 Ca6 17.Dh5 Rg7 18.Te1 Tac8 19.De2 Cc5 20.Ba2 Cd7 21.Bb1 Tc7 22.c4 Bxb1 23.Txb1 f5 24.b3 f4 25.Bb2 f3 26.gxf3 Df7 27.Rg2 Cf6 28.Bc1 Ch5 29.Tb2 Cf4+ 30.Bxf4 Dxf4 31.De4 Tcf7 32.Dxf4 Txf4 33.Te3 h5 34.Tc2 b6 35.b4 Tc8 36.Tec3 Td4 37.h3 Rf6 38.a4 Rf5 39.Tc1 h4 40.T1c2 a5 41.bxa5 bxa5 42.Rf1 Tc7 43.Re2 Tc8 44.Re3 Tc7 1/2-1/2

Lucas Oliveira (1893) x Rafael Nabosny (2095) – Gambito Benkö [A57]
III Municipal Sub 18 - (4), 26.10.2008
1.d4 Cf6 2.c4 c5 3.d5 b5 4.cxb5 a6 5.b6 Dxb6 6.Cc3 g6 7.e4 d6 8.Dc2 Bg7 9.Be3 0-0 10.Bd3 e6 11.dxe6 fxe6 12.f3 Cc6 13.a3 Tb8 14.Tb1 Dc7 15.Cge2 Ca5 16.Cg3 d5 17.exd5 exd5 18.b4 Te8 19.Rf2 cxb4 20.Txb4 Txb4 21.axb4 Cc4 22.Bd4 Cg4+ 23.fxg4 Df4+ 0-1

De 14 a 23 de novembro serão conhecidos os campeões nas categorias absoluto e feminino adulto.

MUNDIAL - R9 - ANAND A UM EMPATE DO TÍTULO!

Com um empate em 45 lances Anand dificilmente perderá a coroa de campeão do mundo!

A nona partida da série para decidir o mundial terminou mais uma vez empatada. Kramnik esteve melhor e surpreendentemente ofereceu empate para Anand que prontamente aceitou.
O escore agora é de 6:3 em favor de Vishy.

A nona partida foi esta.

Partida 9
(9) Anand,V (2783) - Kramnik,V (2772) [D43]

WCh Bonn GER (9), 26.10.2008

1.d4 d5 2.c4 e6 3.Cf3 Cf6 4.Cc3 c6 5.Bg5 h6 6.Bh4 dxc4 7.e4 g5 8.Bg3 b5 9.Be2 Bb7 10.Dc2 Cbd7 11.Td1 Bb4 12.Ce5 De7 13.0–0 Cxe5 14.Bxe5 0–0 15.Bxf6 Dxf6 16.f4 Dg7 17.e5 c5 18.Cxb5 cxd4 19.Dxc4 a5 20.Rh1 Tac8 21.Dxd4 gxf4 22.Bf3 Ba6 23.a4 Tc5 24.Dxf4 Txe5 25.b3 Bxb5 26.axb5 Txb5 27.Be4 Bc3 28.Bc2 Be5 29.Df2 Bb8 30.Df3 Tc5 31.Bd3 Tc3 32.g3 Rh8 33.Db7 f5 34.Db6 De5 35.Db7 Dc7 36.Dxc7 Bxc7 37.Bc4 Te8 38.Td7 a4 39.Txc7 axb3 40.Tf2 Tb8 41.Tb2 h5 42.Rg2 h4 43.Tc6 hxg3 44.hxg3 Tg8 45.Txe6 Txc4 ½–½

sexta-feira, outubro 24, 2008

NOVO EMPATE E ANAND COM A MÃO NA TAÇA!


Novo empate em 39 lances deixa Anand a um ponto do título!

O movimento inaugural da oitava rodada foi realizado por Peer Steinbrück, Ministro de Finanças da Alemanha. Kramnik, jogando de brancas, igual às partidas anteriores, començou com 1.d4. Empate em 39 lances e Anand pode garatir o título já na próxima rodada!
A partida foi a seguinte:

Partida 8
(8) Kramnik,V (2772) - Anand,V (2783) [D37]

WCh Bonn GER (8), 24.10.2008

1.d4 Cf6 2.c4 e6 3.Cf3 d5 4.Cc3 dxc4 5.e4 Bb4 6.Bg5 c5 7.Bxc4 cxd4 8.Cxd4 Da5 9.Bb5+ Bd7 10.Bxf6 Bxb5 11.Cdxb5 gxf6 12.0–0 Cc6 13.a3 Bxc3 14.Cxc3 Tg8 15.f4 Td8 16.De1 Db6+ 17.Tf2 Td3 18.De2 Dd4 19.Te1 a6 20.Rh1 Rf8 21.Tef1 Tg6 22.g3 Rg7 23.Td1 Txd1+ 24.Cxd1 Rh8 25.Cc3 Tg8 26.Rg2 Td8 27.Dh5 Rg7 28.Dg4+ Rh8 29.Dh5 Rg7 30.Dg4+ Rh8 31.Dh4 Rg7 32.e5 f5 33.Df6+ Rg8 34.Dg5+ Rh8 35.Df6+ Rg8 36.Te2 Dc4 37.Dg5+ Rh8 38.Df6+ Rg8 39.Dg5+ Rh8 ½–½

ANAND ESTÁ A 1.5 DE MANTER O TÍTULO MUNDIAL!

Com duas vitórias seguidas e mais um empate na sétima rodada Anand (foto) dispara e agora é questão de tempo para manter o título mais importante da modalidade.

A sétima partida, a primeira da segunda metade do duelo pelo título mundial entre Vishy Anand e Vladimir Kramnik, terminou em tablas. Devido à troca de cores, Anand jogou novamente com brancas e começou com 1.d4, como tem feito em todas as partidas do duelo jogadas até agora. Kramnik optou pela super-sólida Defesa Semieslava e Anand respondeu com a tranqüila variante principal. Trocaram as damas e no final, Kramnik forçou com um sacrifício de peão e trocou todas as peças e empatou em um final de peões.
O escore agora marca 5:2 em favor de Anand.
Estas foram as partidas da 5.ª, 6.ª e 7.ª rodadas.

Campeonato do Mundo 2008 em Bonn
Partida 5
Kramnik,V - Anand,V [D49]

WCC 2008 (5), 2008
1.d4 d5 2.c4 c6 3.Cf3 Cf6 4.Cc3 e6 5.e3 Cbd7 6.Bd3 dxc4 7.Bxc4 b5 8.Bd3 a6 9.e4 c5 10.e5 cxd4 11.Cxb5 axb5 12.exf6 gxf6 13.0–0 Db6 14.De2 Bb7 15.Bxb5 Tg8 16.Bf4 Bd6 17.Bg3 f5 18.Tfc1 f4 19.Bh4 Be7 20.a4 Bxh4 21.Cxh4 Re7 22.Ta3 Tac8 23.Txc8 Txc8 24.Ta1 Dc5 25.Dg4 De5 26.Cf3 Df6 27.Te1 Tc5 28.b4 Tc3 29.Cxd4 Dxd4 30.Td1 Cf6 31.Txd4 Cxg4 32.Td7+ Rf6 33.Txb7 Tc1+ 34.Bf1 Ce3 35.fxe3 fxe3 0–1

Partida 6
Anand,V - Kramnik,V [E34]

WCC 2008 Bonn (6), 2008
1.d4 Cf6 2.c4 e6 3.Cc3 Bb4 4.Dc2 d5 5.cxd5 Dxd5 6.Cf3 Df5 7.Db3 Cc6 8.Bd2 0–0 9.h3 b6 10.g4 Da5 11.Tc1 Bb7 12.a3 Bxc3 13.Bxc3 Dd5 14.Dxd5 Cxd5 15.Bd2 Cf6 16.Tg1 Tc8 17.Bg2 Ce7 18.Bb4 c5 19.dxc5 Td8 20.Ce5 Bxg2 21.Txg2 bxc5 22.Txc5 Ce4 23.Txc8 Txc8 24.Cd3 Cd5 25.Bd2 Tc2 26.Bc1 f5 27.Rd1 Tc8 28.f3 Cd6 29.Re1 a5 30.e3 e5 31.gxf5 e4 32.fxe4 Cxe4 33.Bd2 a4 34.Cf2 Cd6 35.Tg4 Cc4 36.e4 Cf6 37.Tg3 Cxb2 38.e5 Cd5 39.f6 Rf7 40.Ce4 Cc4 41.fxg7 Rg8 42.Td3 Cb6 43.Bh6 Cxe5 44.Cf6+ Rf7 45.Tc3 Txc3 46.g8D+ Rxf6 47.Bg7+ 1–0

Partida 7
(7) Anand,V (2783) - Kramnik,V (2772) [D19]

WCh Bonn GER (7), 23.10.2008
1.d4 d5 2.c4 c6 3.Cf3 Cf6 4.Cc3 dxc4 5.a4 Bf5 6.e3 e6 7.Bxc4 Bb4 8.0–0 Cbd7 9.De2 Bg6 10.e4 0–0 11.Bd3 Bh5 12.e5 Cd5 13.Cxd5 cxd5 14.De3 Te8 15.Ce1 Bg6 16.Bxg6 hxg6 17.Cd3 Db6 18.Cxb4 Dxb4 19.b3 Tac8 20.Ba3 Dc3 21.Tac1 Dxe3 22.fxe3 f6 23.Bd6 g5 24.h3 Rf7 25.Rf2 Rg6 26.Re2 fxe5 27.dxe5 b6 28.b4 Tc4 29.Txc4 dxc4 30.Tc1 Tc8 31.g4 a5 32.b5 c3 33.Tc2 Rf7 34.Rd3 Cc5+ 35.Bxc5 Txc5 36.Txc3 Txc3+ 37.Rxc3 ½–½

domingo, outubro 19, 2008

MUNDIAL - R4 - UM EMPATE POUCO EMOCIONANTE!

Como se joga depois de uma derrota? É melhor recuperar o terreno perdido rapidamente ou vale mais assimilar a perdida pouco a pouco, consolidar-se e não arriscar nada? Como viria Kramnik? Anand seguiu optando por 1.d4, porém desta vez Kramnik não jogou a Defesa Nimzoindia. Kramnik arriscou ter uma ligeira desvantagem estrutural na troca de um peão isolado da dama em favor de um jogo ativo de peças. Durante um momento parecia que Kramnik iria lançar-se ao ataque no flanco do rei com o peão negro, mas preferiu simplificar a posição. Depois de 29 movimentos acordaram em tablas. Com quatro partidas disputadas o marcador está 2,5:1,5 em favor de Anand.

Campeonato Mundial 2008 em Bonn (Alemanha)
Partida 4
(2) Anand,V - Kramnik,V [D37]

WCC2008 (4), 18.10.2008
1.d4 Cf6 2.c4 e6 3.Cf3 d5 4.Cc3 Be7 5.Bf4 0–0 6.e3 Cbd7 7.a3 c5 8.cxd5 Cxd5 9.Cxd5 exd5 10.dxc5 Cxc5 11.Be5 Bf5 12.Be2 Bf6 13.Bxf6 Dxf6 14.Cd4 Ce6 15.Cxf5 Dxf5 16.0–0 Tfd8 17.Bg4 De5 18.Db3 Cc5 19.Db5 b6 20.Tfd1 Td6 21.Td4 a6 22.Db4 h5 23.Bh3 Tad8 24.g3 g5 25.Tad1 g4 26.Bg2 Ce6 27.T4d3 d4 28.exd4 Txd4 29.Txd4 Txd4 ½–½

Fonte: http://www.chessbase.com/espanola/newsdetail2.asp?id=6450

sexta-feira, outubro 17, 2008

MUNDIAL - RODADA 3 - ANAND VENCE!

Anand da o primeiro passo para manter o título!

Assim como na primeira partida, Kramnik optou por jogar 1.d4 e também Anand respondeu com a Defesa Eslava. Porém desta vez Kramnik acelerou o passo e enveredou por uma variante mais agressiva. Foi uma grande batalha tática com golpes e sacrificios de peças. Depois de alguns lances, num primeiro momento, pareceu que Kramnik tinha uma vantagem porque tinha dois peões a mais. Mas seu rei estava mal colocado e Anand se mostrou muito ativo, apesar de entrar em apuro de tempo. Graças a seu jogo forte e valente, Anand logrou uma importante vitória com peças negras frente a Kramnik e assume a liderança por 2-1.

Eis a partida:
Partida 3
(3) Kramnik,V - Anand,V [D49]

WCC 2008 (3), 2008

1.d4 d5 2.c4 c6 3.Cf3 Cf6 4.Cc3 e6 5.e3 Cbd7 6.Bd3 dxc4 7.Bxc4 b5 8.Bd3 a6 9.e4 c5 10.e5 cxd4 11.Cxb5 axb5 12.exf6 gxf6 13.0–0 Db6 14.De2 Bb7 15.Bxb5 Bd6 16.Td1 Tg8 17.g3 Tg4 18.Bf4 Bxf4 19.Cxd4 h5 20.Cxe6 fxe6 21.Txd7 Rf8 22.Dd3 Tg7 23.Txg7 Rxg7 24.gxf4 Td8 25.De2 Rh6 26.Rf1 Tg8 27.a4 Bg2+ 28.Re1 Bh3 29.Ta3 Tg1+ 30.Rd2 Dd4+ 31.Rc2 Bg4 32.f3 Bf5+ 33.Bd3 Bh3 34.a5 Tg2 35.a6 Txe2+ 36.Bxe2 Bf5+ 37.Rb3 De3+ 38.Ra2 Dxe2 39.a7 Dc4+ 40.Ra1 Df1+ 41.Ra2 Bb1+ 0–1

Fonte: http://www.chessbase.com/espanola/newsdetail2.asp?id=6445

quinta-feira, outubro 16, 2008

MUNDIAL RODADA 2 - ANAND SURPREENDE!

Anand joga 1.d4, empate após 32 suados movimentos!

A segunda partida do Campeonato Mundial de Xadrez começou com uma pequena surpresa: Anand, que normalmente é um expert em 1.e4, desta vez preferiu 1.d4. Vladimir Kramnik respondeu com a Defesa Nimzo-India, Anand optou pela Variante Sämisch, que muitas vezes conduzem à posições complicadas, "faca de dois gumes". Assim também foi nesta partida.
Anand começou melhor e depois de duas jogadas imprecisas de Kramnik, teve que sacrificar um peão. Na troca, suas peças entraram em um melhor jogo. Anand não conseguiu frear o suficiente as peças negras e decidiu não arriscar, e aceitou o empate.
Acompanhe a segunda partida do mundial.

(2) Anand,V (2783) - Kramnik,V (2772) [E25]
WCh Bonn GER (2), 15.10.2008

1.d4 Cf6 2.c4 e6 3.Cc3 Bb4 4.f3 d5 5.a3 Bxc3+ 6.bxc3 c5 7.cxd5 Cxd5 8.dxc5 f5 9.Dc2 Cd7 10.e4 fxe4 11.fxe4 C5f6 12.c6 bxc6 13.Cf3 Da5 14.Bd2 Ba6 15.c4 Dc5 16.Bd3 Cg4 17.Bb4 De3+ 18.De2 0–0–0 19.Dxe3 Cxe3 20.Rf2 Cg4+ 21.Rg3 Cdf6 22.Bb1 h5 23.h3 h4+ 24.Cxh4 Ce5 25.Cf3 Ch5+ 26.Rf2 Cxf3 27.Rxf3 e5 28.Tc1 Cf4 29.Ta2 Cd3 30.Tc3 Cf4 31.Bc2 Ce6 32.Rg3 Td4 ½–½

Fonte: http://www.chessbase.com/espanola/newsdetail2.asp?id=6438

quarta-feira, outubro 15, 2008

E COMEÇOU O MUNDIAL....


Um empate em 32 lances marcou a primeira rodada.

"O empate é um resultado muito frequente no xadrez. E se nenhum dos oponentes comete um erro, a partida termina empatada", opinou Kramnik na entrevista coletiva após o primeiro embate frente a Anand. Ele ainda completou, "Hoje ninguém cometeu erros".
Foi assim que Kramnik encarou o resultado de seu primeiro jogo. Isso demonstra que não será tarefa fácil para ambos enxadrístas. Kramnik tenta recuperar o cetro máximo do xadrez, perdido no México em 2007, enquanto que Vishy tenta manter o título.
A premiação de 1.500.000,00 de Euros será dividida em partes iguais entre eles.
O Campeonato Mundial começou às 15:00 h em Bonn, Alemanha, com uma breve cerimônia inaugural e os hinos nacionais de ambos concorrentes e da FIDE. Vladimir Kramnik jogou uma sólida Defesa Eslava e de pronto teve um peão de vantagem, porém Vishwanathan Anand contra atacou muito bem e conseguiu igualar.

Acompanhe a primeira partida do mundial.

Kramnik,V (2772) - Anand,V (2783) - Defesa Eslava [D14]
WCh Bonn GER (1), 14.10.2008
1.d4 d5 2.c4 c6 3.Cc3 Cf6 4.cxd5 cxd5 5.Bf4 Cc6 6.e3 Bf5 7.Cf3 e6 8.Db3 Bb4 9.Bb5 0-0 10.Bxc6 Bxc3+ 11.Dxc3 Tc8 12.Ce5 Cg4 13.Cxg4 Bxg4 14.Db4 Txc6 15.Dxb7 Dc8 16.Dxc8 Tfxc8 17.0-0 a5 18.f3 Bf5 19.Tfe1 Bg6 20.b3 f6 21.e4 dxe4 22.fxe4 Td8 23.Tad1 Tc2 24.e5 fxe5 25.Bxe5 Txa2 26.Ta1 Txa1 27.Txa1 Td5 28.Tc1 Td7 29.Tc5 Ta7 30.Tc7 Txc7 31.Bxc7 Bc2 32.Bxa5 Bxb3 1/2-1/2

Fonte: http://www.chessbase.com/espanola/newsdetail2.asp?id=6435

terça-feira, outubro 14, 2008

SEMANA CULTURAL DO CEJQN.


De 13 a 17 de outubro o Colégio Jorge Queiroz Netto promove a Semana Cultural com muitas atividades, entre elas o Xadrez!

A modalidade de Xadrez fez parte da Semana Cultural do Colégio Jorge Queiroz Netto (CEJQN), realizando a Oficina "Xadrez - Primeiros Passos". Segundo o Coordenador do Projeto, Maurides Júnior, "o Colégio já oferece a modalidade como atividade extracurricular, a oficina foi mais uma possibilidade de agregar novos valores para o esporte intensificando o ensino do xadrez, foi muito legal desenvolver os primeiros passos pra essa galerinha. A criançada participou ativamente o que tornou a oficina um sucesso". Maurides Júnior contou com o auxílio dos enxadrístas Lucas de Lima Guimarães, Vagner da Silva, Rafael Nabosny e Leandro Moura.
Além do Xadrez, fazem parte da Semana Cultural: Esculturas em argila, pintura, cursos de maquiagem, desenho, palestras sobre primeiros socorros, aulas de canto e de instrumentos musicais, demonstrações de projetos de física e química.
No último dia os alunos irão apresentar um jornal mostrando todas as atividades realizadas com fotos, reportagens e entrevistas com os professores e voluntários envolvidos.
Parabéns à direção do Colégio Jorge Queiroz Netto, aos professores, funcionários, voluntários, alunos, pais e mães que fazem acontecer este importante evento.

CAMPEONATOS MUNICIPAIS - SUB 12 E SUB 14.

Prossegue as disputas pelo título mais importante da cidade, o de campeão municipal!

No último final de semana(11 e 12/10), foram definidos os campeões piraienses nas categorias sub 12A, Sub 14A e Sub 14F.
Renato Barreto conquistou o bicampeonato vencendo o torneio de forma invicta. Porém o destaque da competição sub 12A foi o vice-campeonato de Marcelo Ferreira Barreto, que na semana passada conquistou o título de campeão piraiense Sub 10A.
No sub 14A Alessandro Monteiro conquistou o título pela primeira vez e Fabiana Rodrigues de França tornou-se bicampeã no feminino.

Conheça os campeões sub 12A, sub 14A e Sub 14F.


Dias 24, 25 e 26 de outubro serão definidos os campeões nas categorias sub 16A/F e Sub 18A/F.

quinta-feira, outubro 09, 2008

10 PERGUNTAS PARA JAIME SUNYE!

Iniciamos hoje no blog Xadrez Pirai o quadro “10 perguntas para...”. Trata-se de um espaço onde uma vez por mês será publicada uma entrevista com uma personalidade importante do meio enxadrístico e de pessoas que contribuem e incentivam a prática desta maravilhosa modalidade esportiva.
O primeiro entrevistado do quadro é o Grande Mestre Jaime Sunye.
Sunye conta um pouco sobre o início de sua carreira, o atual momento do xadrez no país e no estado, a regionalização do xadrez nos jogos abertos do Paraná, o mundial entre Anand e Kramnik entre outros assuntos.


XP: 1. Fale um pouco sobre o início de sua carreira. Com quantos anos começou a jogar?
Sunye: Comecei a jogar na Biblioteca Publica do Paraná, com 11 anos. Com 13 comecei a freqüentar o CXC (Clube de Xadrez de Curitiba).

XP: 2. Você se espelhou em algum Grande Mestre para prosseguir sua carreira e torna-se um enxadrísta profissional?
Sunye: A idéia de jogar profissionalmente só me ocorreu depois de jogar alguns torneios em 1980, mas só em 82 decidi mudar para a Europa e jogar. Não me espelhei em nenhum jogador para tomar esta decisão, que foi mais baseada no desejo de conhecer outras culturas e conviver num meio bastante especial.

XP: 3. De uma maneira geral, como você analisa o atual momento do xadrez no Brasil? Existe apoio do Governo Federal ou de outros segmentos? E no Paraná, você pode destacar alguns trabalhos?
Sunye: O xadrez vai muito bem no setor educacional, onde o Paraná lidera. A imagem do xadrez como instrumento pedagógico e positiva e muito forte. O projeto do MEC, de replicar a experiência do Paraná em todo o Brasil, segue, mesmo com oscilações. No alto rendimento, não vamos bem. São Paulo se destaca, mas mesmo lá as condições são inferiores do que há 10 anos. Ai o apoio do ME tem sido pífio e a CBX sozinha não consegue reverter a situação.

XP: 4. Você esta integrando a equipe nacional que irá representar o Brasil nas olimpíadas de Dresden no mês de novembro, como se sente em relação a isso e por que outros Grandes Mestres como Milos, Leitão, Vescovi e Mequinho também não estão na seleção?
Sunye: Gosto muito de participar das Olimpíadas e é uma pena que a equipe brasileira nao conte com seus melhores jogadores pela coincidência de datas com os JAISP (Jogos Abertos Interior São Paulo), principal fonte de renda destes jogadores.

XP: 5. A partir de 2009 o xadrez passará a disputar fases regionais para classificação à fase final dos jogos abertos. Porque essa mudança é necessária e quais os prós e os contras? Isso não beneficia somente as grandes cidades que possuem recursos para contratação de jogadores profissionais? Os jogos da juventude também passarão por essa mudança?
Sunye: O crescimento excessivo dos JAPs e JOJUPs esta inviabilizando as competições. Existe a decisão, do Conselho Estadual do Esporte e Lazer e da Paraná Esporte, de elevar a qualidade e manter o crescimento quantitativo e isto só é possível com a regionalização. A grande dificuldade que vejo e o aumento dos gastos dos Governos Estadual e dos municípios grandes, que profissionalizam suas equipes. Os grandes ganhadores são os pequenos municípios e para os médios haverá novas opções.

XP: 6. Você foi um dos fundadores do Clube de Xadrez Prof. Hélio Saldanha em Piraí do Sul. A cidade presta homenagem a você realizando anualmente a Copa Jaime Sunye, um dos eventos mais importantes do calendário local e que classifica os vencedores para a final dos Paranaenses absoluto e feminino. Como é ser homenageado com um evento que leva seu nome?
Sunye: Sempre estive profundamente vinculado as atividades do xadrez em todo o Estado e é com muita alegria que recebo o que entendo ser um duplo reconhecimento: por este trabalho e pelos meus resultados enxadristicos.


XP: 7. Quais dos campeões mundiais você conheceu pessoalmente? Existe uma famosa partida jogada contra o Kasparov na Áustria, em 1981, está correto? Como é enfrentá-lo?
Sunye: Joguei com Smislov, Petrossian, Tahl, Spasski, Karpov, Kasparov e Kraminik. Sempre é muito dificil jogar com enxadristas da elite. Por outro lado é extremamente motivador. Todas as partidas foram muito interessantes, mas a de Kasparov acabou sendo imortalizada pela combinação final, que é de uma profundidade impar.

XP: 8. Você já disputou a eleição para a presidência da FIDE. Atualmente qual a sua relação com a Federação Internacional e o que pensa sobre o atual presidente?
Sunye: Disputei a eleição com o Iljumzhinov, perdi e me afastei.
Ele tem muitos recursos próprios que ele aplica no xadrez, mas os resultados nao tem sido os esperados. A FIDE nao e fácil de administrar e formar uma boa equipe acaba sendo o mais importante.

XP: 9. Anand x Kramnik pelo mundial. Qual o favorito e por quê?
Sunye: O Anand e uma pessoa mais simpática e com um estilo mais atraente e possivelmente seja o favorito em qualquer torneio no mundo. Já Kramnik, que conhecemos muito bem pois esteve mais de 6 meses vivendo conosco entre os Mundiais de Guarapuava e Maringá, demonstrou ser um jogador de matchs, dificil de quebrar.

XP: 10. O que pensa sobre o jovem talento norueguês Magnus Carlsen? Chegará a ser campeão mundial?
Sunye: Acho que tem todas as condições e que e o favorito da sua geração. Tive a oportunidade de conversar mais longamente com seu pai, um engenheiro de petróleo que investiu muito no talento do filho, em Bilbao. Ele tem grandes preocupações sobre o futuro do filho, mas estão determinados a seguir com esta meta.

No mês de novembro nossa entrevista será com a Secretária de Esportes e Lazer de Piraí do Sul, Sr. Vera Lúcia Saldanha Sguario.

segunda-feira, outubro 06, 2008

CAMPEONATOS MUNICIPAIS SUB 08 E SUB 10.


Luiz Fernando Lemes Ferreira e Marcelo Ferreira Barreto conquistam o bicampeonato em suas categorias!

No dia 03 de outubro foram definidos os primeiros campeões piraienses nas categorias sub 08 e sub 10 (absoluto e feminino).
Luiz Fernando Lemes Ferreira (Sub 08) e Marcelo Ferreira Barreto (Sub 10) garantiram o título mais importante da categoria vencendo seus torneios de forma invicta.
Destaque também para as mais novas campeãs piraienses: Carolina Solak (Sub 08) e Valquíria Flügel Mendonça (Sub 10).
Os próximos campeões locais serão conhecidos neste final de semana (11 e 12/10), quando serão disputadas as categorias sub 12 e sub 14.
Acompanhe a classificação final - melhores:

Sub 08A
1. Luiz Fernando Lemes Ferreira (4.0); 2. João Victor Prestes (3.0); 3. João Vitor Solak (3.0).

Sub 08F
1. Carolina Solak (1.5); 2. Luiza Flügel Mendonça (1.5).

Sub 10A
1. Marcelo Ferreira Barreto (4.0); 2. Andrey Felipe Kobner Lopes (2.5); 3. Rafael Iaskevis Ott (1.5).

Sub 10F
1. Valquíria Flügel Mendonça (1.5).

O Clube de Xadrez Prof. Hélio Saldanha agradece ao patrocinador do evento: LOTERIAS PÉ QUENTE, Silvio e Ciro Ferreira.

quinta-feira, outubro 02, 2008

LISTA DE RATING DA FIDE.

Topalov assume a liderança.

A FIDE publicou a nova listagem de rating do mês de outubro. O búlgaro Veselin Topalov alcançou o topo da lista com 2791, seguido pelo russo Alexander Morozevich com 2787. Anand que liderava a listagem anterior aparece agora na quinta posição com 2783.

Acompanhe a lista com os 100 melhores acessando:
http://ratings.fide.com/top.phtml?list=men

segunda-feira, setembro 29, 2008

VI AMIGOS DO CLUBE DE XADREZ RELÂMPAGO E CIRCUITO PIRAIENSE DE XADREZ!


Guilherme Brizola conquista o terceiro título seguido e é o campeão da 6.ª edição do Amigos do Clube. Maurides Júnior conquistou pela terceira vez o Circuito Piraiense de Xadrez Rápido / Relâmpago.

É, não há como negar, Guilherme Brizola (foto) demonstrou estar mais uma vez em excelente fase e conquistou de forma inquestionável o Amigos do Clube de Xadrez relâmpago. Além de apontar o Campeão do CX Prof. Hélio Saldanha na modalidade, o evento foi a última etapa do Circuito Piraiense de Xadrez Rápido / Relâmpago que confirmou o título para Maurides Júnior.
O sistema de competição foi o de eliminatória simples em que os jogadores enfrentavam-se em uma melhor de 10 partidas com tempo de reflexão de 3 min./k.o.
Guilherme Brizola classificou-se para a grande final após vencer Leandro Moura pelo escore de 6 x 1, cabe aqui o comentário, Leandro surpreendeu ao eliminar o forte Paulo Brizola pelo elástico escore de 6 x 1.
Sérgio Busquete chegou à final após eliminar Jeferson Fonseca por 5.5 x 3.5.
Embalado pelas últimas conquistas Guilherme venceu o confronto final por 5.5 x 2.5.

A classificação final do VI Amigos do Clube foi a seguinte - cinco melhores:
1. Guilherme Brizola; 2. Sérgio Busquete; 3. Jeferson Fonseca; 4. Maurides Júnior; 5. Adenilson Moreira.

Após a disputa do Amigos do Clube este é o resultado final do Circuito Piraiense de Xadrez Rápido / Relâmpago - 10 melhores.

1. Maurides Júnior (479,71 / foto); 2. Guilherme Brizola (456,86), Guilherme poderia ter conquistado o Circuito, mas não jogou uma das etapas; 3. Sérgio Busquete (453); 4. Vagner da Silva (300); 5. Emerson Fonseca (290); 6. Adenilson Moreira (286); 7. Felipe Truppel (255,71); 8. Rafaele Ferreira Silva (254,57); 9. André Leme Halat (198,86); 10. José Valderino (171,43).

ENCERRADOS OS JOGOS ABERTOS DO PARANÁ!


Cascavel conquista os títulos no masculino e no feminino!

A modalidade xadrez da Fase Final dos 51º Jogos Abertos do Paraná, em Cascavel, chegou neste sábado (27/09) ao seu último dia com o encerramento da modalidade xadrez. As disputas, no Clube Subtenentes e Sargentos, reuniram enxadristas de alto nível, inclusive com a presença dos grandes mestres internacionais Jayme Sunyê Neto e o argentino Carlos Horácio Garcia Palermo, defendendo Cascavel, o mestre fide Vitório Chemin e o mestre internacional Rodrigo Disconzi da Silva, de Ponta Grossa, jogando por Ponta Grossa, além do mestre fide argentino Pablo Lucas Barrionuevo, que competiu por Campo Mourão.
Na classificação da final, que levou a melhor foi à equipe local (Cascavel / foto), que levou o título geral no masculino e feminino. No xadrez convencional, considerada a disputa mais importante do xadrez, quem levou a melhor no feminino foi Cascavel e no masculino Campo Mourão.
O coordenador do xadrez nos 51º JAP´s, Paulo Virgilio Rios Rodrigues, considerou de alto nível a competição, não só pela presença de grandes atletas, mas também pela disciplina e pelo desempenho demonstrado por parte de todos os participantes.
A competição em Cascavel foi muito valorizada com a participação dos mestres, o que motivou outros atletas, que se sentiram prestigiados em poder competir com enxadristas com nível internacional. Para Vitório Chemin, a disputa do xadrez nos JAP´s foi a mais forte vista em território paranaense nos últimos anos, não apenas pela participação dos mestres, mais pelo crescimento dos enxadristas paranaenses. “Todos estão jogando muito bem, inclusive as garotas, e o xadrez paranaense hoje está muito forte, com tendência a crescer ainda mais, pois com a internet, todas as ciências estão evoluindo com uma enorme velocidade, e nesse contexto podemos incluir o xadrez”, disse o mestre fide.
O argentino e grande mestre Carlos Palermo considerou a competição muito interessante, pois foi a primeira vez que disputou a competição, e como tem muitos amigos no Paraná, ficou muito satisfeito em defender as cores de Cascavel nos JAP´s. “Muita gente com talento e muitos jovens tiveram excelente participação na competição, mas um trabalho mais aprofundado e um estudo maior sobre a modalidade pode ajudar ainda mais na evolução dos iniciantes no xadrez”, ressaltou Palermo.
Quem também teve muito motivo para comemorar na competição foi o Município de Campo Mourão. Até mesmo surpreendendo outros municípios, que fizeram um investimento maior, o município conquistou o título no convencional masculino, um feito quem foi reverenciado até mesmo pelos adversários. O município contou com a participação de Pablo Barrionuevo, que foi responsável por grande parte dos bons resultados mourãoenses.

De acordo com Arthur Fernando Monteiro, técnico e enxadrista mourãoense, mesmo quando Campo Mourão sediou os JAP´s em 2000, a cidade não conseguiu tal colocação no xadrez. “Na época não conseguimos ser campeões no profissional, e no último dia desta edição em Cascavel, chegamos à última rodada precisando vencer Ponta Grossa, equipe bi-campeã dos JAP´s em 2006 e 2007, e com muita força, superação, conseguimos buscar este resultado”, afirma Arthur, que assim como seus atletas, considerou este o grande feito da história do xadrez mourãoense.
Arthur também fez questão de agradecer ao Município de Campo Mourão, através de sua Fundação de Esportes, pelo apoio prestado e a estrutura disponibilizada ao xadrez, que funciona no Colégio Marechal Rondon. As enxadristas mourãoenses ficaram em 4º na classificação geral e terceiro no convencional. Na classificação geral do masculino o município ficou em segundo lugar.
A conquista de Cascavel nos dois naipes compensou todo o investimento realizado pelo município na modalidade para esta competição. Para o técnico Jhoni Zini, técnico cascavelense, o título foi importante para ajudar na pontuação em busca do título geral para o município. “Nós convidamos vários atletas de fora, com intenção de reforçar as equipes de xadrez do município, mas também estamos formando novos talentos, que já vem surgindo na modalidade, e nos próximos anos com certeza estaremos nos mantendo como a principal força do estado na modalidade”, finalizou Zini.

Confira os resultados finais do xadrez em Cascavel:

Classificação Final Feminino
1º Cascavel
2º Ponta Grossa
3º Araucária

Classificação Final Masculino
1º Cascavel
2º Campo Mourão
3º Ponta Grossa

Xadrez Convencional Feminino
1º Cascavel
2º Ponta Grossa
3º Campo Mourão

Xadrez Convencional Masculino
1º Campo Mourão
2º Cascavel
3º Maringá

Confira os resultados por tabuleiros acesando: http://www.jogosabertos.pr.gov.br/modules/fase_final/uploads/resultados_convencional_masc_fem_por_tabuleiro.pdf

TEXTO E FOTOS EXTRAÍDOS DO SITE DA PARANÁ ESPORTE: http://www.jogosabertos.pr.gov.br/modules/noticias/article.php?storyid=2486

quarta-feira, setembro 24, 2008

JOGOS ABERTOS DO PARANÁ - RESULTADOS INDIVIDUAIS.

Confira os melhores colocados nas modalidades de xadrez relâmpago e rápido.

De 19 a 27 de setembro Cascavel sedia os Jogos Abertos do Paraná e a modalidade de Xadrez está a todo vapor com a presença de grandes nomes do xadrez nacional e sul-americano. Até o momento já foram realizadas as provas de relâmpago e rápido. Nesta sexta-feira termina a competição por equipes.
Os resultados individuais são os seguintes - três melhores:

XADREZ RELÂMPAGO MASCULINO

Tabuleiro 1
1. Rodrigo Disconzi da Silva (6.0 / Ponta Grossa - foto); 2. Pablo Nicolas Barrionuevo (6.0 / Campo Mourão); 3. Marcel Utiyama (5.0 / Rolândia).

Tabuleiro 2
1. Carlos Garcia Palermo (7.0 / Cascavel); 2. Federico Matsuura (6.0 / Ponta Grossa); 3. Willian Ferreira da Cruz (5.0 / Campo Mourão).

Tabuleiro 3
1. Anderson Dias (6.5 / Ponta Grossa); 2. Jomar Egoroff (6.0 / Cascavel); 3. Hugo Caetano Mendonça (4.5 / Foz do Iguaçu).

Tabuleiro 4
1. Vitor Hugo Moreira Borges (7.0 / Maringá); 2. Sidney Nunes Júnior (5.0 / Foz do Iguaçu); 3. Ciro Pimenta (5.0 / Campo Mourão).

XADREZ RELÂMPAGO FEMININO

Tabueiro 1
1. Jéssica Drobrzenski (6.0 / Araucária); 2. Daiane Prestes Hornes (4.5 / Ponta Grossa); 3. Denise Kakitani (4.0 / Maringá).

Tabuleiro 2
1. Letícia Tamires Balbinot (4.0 / Cascavel); 2. Juliana Ventura Pereira (4.0 / Foz do Iguaçu); 3. Janaine Gusmão Tonette (4.0/ Campo Mourão);

Tabuleiro 3
1. Juliana Choma (5.0 / Ponta Grossa); 2. Fernanda de Oliveira Pereira (4.0 / Cascavel); 3. Fernanda Ventura Pereira (3.0 / Foz do Iguaçu);

Tabuleiro 4
1. Suellen Daiane Staloch (5.0 / Cascavel); 2. Mariana Teixeira Sebastiani (4.0 / Campo Mourão); 3. Josiane Loch Ribeiro (3.0 / Ponta Grossa).

XADREZ RÁPIDO MASCULINO

Tabuleiro 1
1. Jaime Sunye (6.5 / Cascavel - foto); 2. Rodrigo Disconzi (6.0 / Ponta Grossa); 3. Adwilhans Luciano de Souza (4.5 / Araucária).


Tabuleiro 2
1. Federico Matsuura (6.0 / Ponta Grossa); 2. Carlos Garcia Palermo (5.5 / Cascavel); 3. Jair Osipi (5.5 / Maringá).

Tabuleiro 3
1. Mateus de Camargo (6.0 / Paranavaí); 2. Jomar Egoroff (5.5 / Cascavel); 3. Euclides Ferreira (4.5 / Araucária).

Tabuleiro 4
1. Vitor Hugo Moreira Borges (6.0 / Maringá); 2. Sandro Ziarecki (5.5 / Cascavel); 3. Ciro Pimenta (5.5 / Campo Mourão).

XADREZ RÁPIDO FEMININO

Tabuleiro 1
1. Juliana Choma (5.0 / Ponta Grossa); 2. Jéssica Drobrzenski (4.5 / Araucária); 3. Tatiane Coelho (4.0 / Paranavaí).

Tabuleiro 2
1. Jaqueline Pamplona Correia (5.5 / Ponta Grossa); 2. Any Caroline Ferreira (3.0 / Paranavaí); 3. Viviane de Fátima Bernardo (3.0 / Maringá).

Tabuleiro 3
1. Suellen Staloch (5.0 / Cascavel); 2. Caroline Santana (4.0 / Araucária); 3. Feranda Ventura Pereira (3.5 / Foz do Iguaçu);

Tabuleiro 4
1. Josiane Loch Ribeiro (4.0 / Ponta Grossa - foto); 2. Aline Pelisson Costa (3.5 / Maringá); 3. Mariana Teixeira Sebastiani (3.0 / Campo Mourão).

sexta-feira, setembro 19, 2008

FESTIVAL PIRAIENSE DE XADREZ ESCOLAR!

Após as disputas pelos JEPSUL o congraçamento com o Festival!

No dia 18 de setembro, com promoção da Secretaria de Esportes e CX Prof. Hélio Saldanha, e contando com a organização da acadêmica do Curso de Educação Física Gislaine Santos de Oliveira aconteceu a 2.ª edição do Festival Piraiense de Xadrez Escolar com alunos que participaram dos Jogos Escolares, desta vez todo mundo jogando junto para uma interação entre as várias faixas etárias. O sistema de competição foi o suíço em sete rodadas na modalidade de xadrez rápido.
Destaque para o aluno do Colégio Jorge Queiroz Netto, Rafael Nabosny, que obteve 100% de aproveitamento (7.0/7.0).
A classificação geral e por grupos foi a seguinte - melhores:











SEMANA AGITADA NO XADREZ PIRAIENSE!

Os Jogos Escolares de Piraí do Sul e o II Festival Piraiense de Xadrez Escolar agitaram a semana na cidade.

A Secretaria de Esporte e Lazer e a Secretaria de Educação promovem anualmente os JEPSUL - Jogos Escolares de Piraí do Sul. Este ano em sua maior edição, mais de 5000 atletas participam do evento nas modalidades de xadrez, tênis de mesa, basquete, futebol de campo, voleibol, futsal, atletismo, handebol, gincana cultural, cabo de guerra, carimbada e festival de dança divididos em cinco grupos por faixa de idade.
A abertura dos JEPSUL aconteceu no dia 15 de setembro no Ginásio de Esportes Samuel Milléo com o desfile das escolas / colégios participantes e apresentações culturais. O acendimento da tocha, momento sempre esperado neste tipo de evento, ficou por conta da equipe de professores da Secretaria de Esportes, enquanto que o juramento do atleta foi feito pelo enxadrísta Renato Barreto.
O xadrez movimentou a competição nos dias 16 e 17 com as modalidades de xadrez relâmpago e rápido. O sistema de competição foi o suíço em cinco rodadas e a apuração dos pontos seguiu o mesmo modelo dos JOCOPS.
A arbitragem ficou a cargo do AR Maurides Júnior, auxiliado por Vagner da Silva e Luiz Guilherme Machado Brizola. A organização ficou por conta dos acadêmicos do Curso de Educação Física da Faculdade Sant'Ana Gislaine Santos de Oliveira e Willian Felipe Vieira Solek.

A classificação individual da modalidade de xadrez relâmpago foi a seguinte - melhores colocados:























Classificação Individual do Xadrez Rápido:























Classificação por equipes:

sábado, setembro 13, 2008

O NOKIA MORTAL!


Quem diria que um GM iria acabar sendo vítima da tecnologia... Pois é, Nigel Short foi!

Esse episódio aconteceu no Campeonato Individual da União Européia que esta sendo realizado em Liverpool,Inglaterra, de 09 a 18 de setembro com uma bolsa de premiação de £30.000 (cerca de 38.000E ou US$ 53,000.00).
Tudo era silencio total até que se ouve ao fundo do salão a música Gran Vals, de Tárrega, vinda do celular Nokia do GM Nigel Short. Não teve choro, Short trocou algumas palavras em voz baixa com seu adversário, assinou a planilha e deixou o local de jogos. Mais tarde, já refeito da "derrota", Short explicou que havia ganho o celular a poucos dias de um de seus patrocinadores e nem tinha tido tempo ainda de aprender a lidar com o "mortal" celular.
Em tempo, o livro que apoia o celular na foto é a Biografia de Fidel Castro!

Essa foi a partida perdida por Short.
Short,N (2655) - Arakhamia,K (2448) [B45]4th ch-EU Liverpool ENG (2), 10.09.2008
1.e4 c5 2.Cf3 Cc6 3.d4 cxd4 4.Cxd4 e6 5.Cc3 d6 6.Be3 Cf6 7.f3 Be7 8.Dd2 0-0 9.g4 d5 10.g5 Cxd4 11.Dxd4 Ch5 12.0-0-0 Bxg5 13.Rb1 Rh8 14.exd5 exd5 15.Bxg5 Dxg5 16.Tg1 Df4 17.Dxd5 Cf6 18.Dg5 Dxg5 19.Txg5 Be6 20.Bd3 h6 21.Tb5 b6 22.a4 Bd7 23.Tb4 Bc6 24.f4 Tad8 25.Tc4 Bf3 26.Te1... E perdeu pelo toque do celular! 0-1

terça-feira, setembro 09, 2008

JOGOS DA JUVENTUDE 2008!


Ponta Grossa fez bonito e levou o título do xadrez masculino!

De 28 de agosto a 07 de setembro, Cianorte, capital do vestuário, foi palco da 22.ª edição dos Jogos da Juventude do Paraná. A modalidade de xadrez teve inicio no dia 30 de setembro com a realização das provas de xadrez relâmpago.

A classificação final do relâmpago foi a seguinte – três melhores:

Tabuleiro 1 masculino
1. Thiago Crema (7.0 / Ponta Grossa); 2. Michael Cardoso Cruz (6.0 / Paranavaí); 3. Pedro Camargo Moura (5.0 / Maringá).

Tabuleiro 1 feminino
1. Joice Cathcart (6.0 / Paranavaí); 2. Cíntia Rocha Leão (6.0 / Campo Mourão); 3. Lidiane Hokasono (6.0 / Maringá);

Tabuleiro 2 masculino
1. Gabriel Broday (6.0 / Ponta Grossa); 2. Hugo Mendonça Caetano (5.5 / Foz do Iguaçu); 3. Wagner Sokolski (5.0 / Piraí do Sul).

Tabuleiro 2 feminino
1. Priscila Olivi Finkler (6.5 / Foz do Iguaçu); 2. Any Caroline Ferreira (5.5 / Sertanópolis); 3. Carla Letícia Cravo (5.0 / Londrina);

Tabuleiro 3 masculino
1. Herbert Patrick Morais (6.0 / Ponta Grossa); 2. Sidney Nunes Júnior (5.5 / Foz do Iguaçu); 3. Guilherme Serafin (5.0 / Umuarama).

Tabuleiro 3 feminino
1. Kamila Mariana Campos (6.0 / Sertanópolis); 2. Imyra Tavares (6.0 / Paranavaí); 3. Laksmi Benez (5.0 / Campo Mourão).

Tabuleiro 4 masculino
1. Henrique Nemeth Júnior (6.0 / Curitiba); 2. Kaique da Silva Vidal (5.0 / Araucária); 3. Diego Costa Lara (5.0 / Ponta Grossa);

Tabuleiro 4 feminino
1. Daiane Niedzelski (6.0 / União da Vitória); 2. Josiane Smiderle (6.0 / Cascavel); 3. Saynne Schwab Biedermann (5.0 / Ponta Grossa).

A modalidade de xadrez rápido foi disputada nos dias 01 e 02 de setembro e mais uma vez a Região dos Campos Gerais foi muito bem representada pelos atletas ponta-grossenses.

A classificação final foi a seguinte – três melhores:

Tabuleiro 1 masculino
1. Thiago Crema (6.0 / Ponta Grossa); 2. Marco Sunye (5.5 / Curitiba); 3. Tainan Pântano Tomaz (5.0 / Londrina);

Tabuleiro 1 feminino
1. Cíntia Rocha Leão (6.0 / Campo Mourão); 2. Michele Olivi Finkler (5.5 / Foz do Iguaçu); 3. Aline Rocha Leão (5.0 / Londrina).

Tabuleiro 2 masculino
1. Herbert Patrick Morais (6.0 / Ponta Grossa); 2. Hugo Mendonça Caetano (5.5 / Foz do Iguaçu); 3. Lucas Ulisses Tomaz (5.0 / Maringá).

Tabuleiro 2 feminino
1. Jéssica Cathcart (6.0 / Paranavaí); 2. Helen Dabiani Frioli (5.0 / Sertanópolis); 3. Sarah Beatriz Obadovski (5.0 / Campo Mourão).

Tabuleiro 3 masculino
1. Sidney Nunes Júnior (6.5 / Foz do Iguaçu); 2. Gabriel Broday (5.5 / Ponta Grossa); 3. Lucas Henrique da Silva (5.0 / Londrina).

Tabuleiro 3 feminino
1. Any Caroline Ferreira (6.5 / Sertanópolis); 2. Imyra Tavares (6.0 / Paranavaí); 3. Laksmi Benez (5.0 / Campo Mourão).

Tabuleiro 4 masculino
1. Henrique Nemeth Júnior (6.0 / Curitiba); 2. Raphael Barnabé (5.5 / Umuarama); 3. Tiago Remes Nunes (5.5 / Guarapuava).

Tabuleiro 4 feminino
1. Elise Kawabata (6.0 / Campo Mourão); 2. Carolina Contrera Sakada (5.5 / Paranavaí); 3. Mariane Giraldi (5.5 / Cascavel).

No xadrez convencional por equipes, a exemplo do que aconteceu no xadrez individual, o domínio da equipe de Ponta Grossa foi inquestionável. No feminino as equipes de Paranavaí, Campo Mourão e Sertanópolis brigaram ponto a ponto.


A classificação do Xadrez Convencional por equipes foi a seguinte – 10 melhores:

Feminino
1. Campo Mourão (19.5); 2. Paranavaí (19.0); 3. Sertanópolis (17.0); 4. Curitiba (15.0); 5. Cascavel (14.5); 6. Londrina (14.0); 7. Foz do Iguaçu (13.5); 8. Maringá (13.5); 9. Ponta Grossa (13.5); 10. Rolândia (13.5).

Masculino
1. Ponta Grossa (22.5); 2. Paranavaí (20.0); 3. Foz do Iguaçu (17.5); 4. Maringá (17.5); 5. Londrina (17.5); 6. Paranaguá (16.0); 7. Piraí do Sul (15.5); 8. Rolândia (15.5); 9. Araucária (14.5); 10. Campo Mourão (14.5).

A premiação por tabuleiro no xadrez convencional ficou assim distribuída:

Tabuleiro 1 masculino
1. Guilherme Paulino Branco (6.0 / Paranavaí); 2. Lucas Demarchi (6.0 / Medianeira); 3. Thiago Crema (6.0 / Ponta Grossa).

Tabuleiro 2 masculino
1. Edgar Feliz Iastenski (7.0 / Rolândia); 2. Michael Cardoso da Cruz (5.5 / Paranavaí); 3. Marlon David Palozi (5.5 / Araucária).

Tabuleiro 3 masculino
1. Kaique da Silva Vidal (6.0 / Araucária); 2. Sidney Nunes Júnior (6.0 / Foz do Iguaçu); 3. Andrei Filipe dos Santos (6.0 / Rolândia).

Tabuleiro 4 masculino
1. Rodrigo Michalichen (6.0 / União da Vitória); 2. Guilherme Kloster (6.0 / Pinhão); 3. Welington da Silva (5.0 / Arapongas).


Tabuleiro reserva masculino
1. Mateus Gemelli Ramos (6.0 / Francisco Beltrão); 2. Diego Costa Lara (5.5 / Ponta Grossa); 3. Lucas Ferreira Oliveira (6.0 / Piraí do Sul). Aqui cabe uma observação: ABAIXO A REGRA DA PORCENTAGEM. É simples, pontuou mais fica na frente.

Tabuleiro 1 feminino
1. Joice Cathcart (6.0 / Paranavaí); 2. Kamila Mariana Campos (4.0 / Sertanópolis); 3. Miriam Olbertz (4.5 / União da Vitória).

Tabuleiro 2 feminino
1. Aline Rocha Leão (5.5 / Londrina); 2. Jéssica Cathcart (5.0 / Paranavaí); 3. Any Caroline Ferreira (4.0 / Sertanópolis).

Tabuleiro 3 feminino
1. Josiane Smiderle (3.5 / Cascavel); 2. Daniele Reitor (5.0 / Araucária); 3. Ana Carolina Bavati (4.0 / Sertanópolis).

Tabuleiro 4 feminino
1. Laksmi Benez (6.0 / Campo Mourão); 2. Caroline Contrera Sakada (5.0 / Paranavaí); 3. Caroline Gimni (5.0 / Curitiba)

Tabuleiro reserva feminino
1. Elen Schimitz (5.0 / Francisco Beltrão); 2. Elise Kawabata (5.0 / Campo Mourão); 3. Loane Quintiliano (4.5 / Pinhão).

Após apurados os resultados de todas as modalidades o resultado final foi o seguinte – 10 melhores:

Feminino
1. Paranavaí (1.624,07); 2. Campo Mourão (1.604,71); 3. Sertanópolis (1.493); 4. Cascavel (1.341,86); 5. Foz do Iguaçu (1.324,29); 6. Londrina (1.282,86); 7. Maringá (1.212,71); 8. Ponta Grossa (1.135,86); 9. União da Vitória (1.071); 10. Rolândia (946,29).

Masculino
1. Ponta Grossa (1.799,57); 2. Paranavaí (1.576,43); 3. Foz do Iguaçu (1.571,46); 4. Londrina (1.510,46); 5. Paranaguá (1.381,64); 6. Curitiba (1.360,14); 7. Piraí do Sul (1.343,36); 8. Maringá (1.315,57); 9. Araucária (1.264,29); 10. Campo Mourão (1.207,29).

A arbitragem foi conduzida por Ciro Pimenta, Juliana Pereira, Celso Pesco, Maria Inez Damasceno, Nelson Bolzoni, Pedro Caetano, Willian Yano e Jomar Egoroff.
Para os resultados completos acesse: http://www.jogosdajuventude.pr.gov.br/