domingo, novembro 27, 2011

MEMORIAL PROF. HÉLIO SALDANHA - RESULTADOS

Com 100% de aproveitamento Maurides Júnior foi o campeão!


Com promoção da Prefeitura de Piraí do Sul aconteceu neste domingo (27/11) a 11.ª edição do Memorial Prof. Hélio Saldanha, além de homenagear o pioneiro do xadrez piraiense, o evento faz parte do Circuito Piraiense (6.ª etapa).
O tempo de reflexão foi de 20 min./k.o. no sistema suíço em sete rodadas.
No absoluto Maurides Júnior obteve 7.0/7.0 e conquistou o evento pela terceira vez, também sagrou-se campeão em 2004 e 2009. Quem também teve uma boa participação foi Rafaele Ferreira Silva com 5.0/7.0, vencendo na última rodada o forte Rafael Nabosny.

 Absoluto

 Feminino

Infantil
Confira o resultado final.


sábado, novembro 26, 2011

XI MEMORIAL PROF. HÉLIO SALDANHA - LISTA DE PARTICIPANTES

Amanhã as 9h30 terá inicio a 11.ª edição do Memorial Prof. Hélio Saldanha. Serão três rodadas pela manhã e quatro à tarde.
Tempo de reflexão de 20 min./k.o.
Evento válido pela 6.ª etapa do Circuito Piraiense de Xadrez.

Os jogos acontecem no Clube Municipal de Xadrez Prof. Hélio Saldanha.

Confira a Lista de pré inscritos.

Promoção: Prefeitura Municipal de Piraí do Sul (Sec. de Esportes e Lazer).

quinta-feira, novembro 24, 2011

ARBITRAGEM PARANAENSE

Parabenizamos os árbitros paranaenses Rogério Santos e Tiago Almeida pela participação no mundial da Juventude em Caldas Novas - GO


Rogério Santos (Toledo)

Árbitro, Organizador, Diretor Técnico da FEXPAR, Palestrante, Professor, Jogador e Técnico de Xadrez, Rogério Santos integra equipe de arbitragem do Mundial de Xadrez em Caldas Novas-GO-BR. Além de arbitrar a maior competição mundial da Juventude, Rogério ainda participa do Curso FIDE Arbiter Seminar, o que lhe dá Norma para Árbitro Fide, pela Federação Internacional de Xadrez. O Curso ministrado pelos AIs Antonio Bento e Pablyto Baioco, tem 15 horas de duração e na última etapa o cursista deverá ter no mínimo aproveitamento na prova de 80%. Veja também reportagem do Diretor de Comunicação da FEXPAR Leandro Salles no ParanaOnline



Tiago Almeida (Londrina)

Participante do Curso de Árbitro FIDE, ministrado pelos Ilustríssimos AIs Antonio Bento e Pablyto Baioco e também da equipe de arbitragem do Mundial Juvenil, árbitro Tiago de Almeida do quadro da FEXPAR, é o mais novo integrante do quadro de árbitros da Confederação Brasileira de Xadrez (CBX), título concedido pelo VPT da CBX pela atuação e participação no curso FIDE. Parabéns Tiago.



Parabéns aos amigos Árbitros.


FonteXadrez Foz (Prof. Pedro Caetano)


quarta-feira, novembro 23, 2011

CIRCUITO PIRAIENSE DE XADREZ - 6.ª ETAPA


Em virtude do adiamento do Circuito de Tênis de Mesa que aconteceria neste final de semana (26 e 27/11), acontecerá neste domingo, dia 27/11, o XI Memorial Prof. Hélio Saldanha (foto), competição válida pela 6.ª etapa (penúltima) do Circuito Piraiense de Xadrez.

Haverá premiação com medalhas até o 5.º lugar nas categorias Absoluto e Feminino Livre. 
A competição é aberta a enxadrístas de outras localidades.
As inscrições são gratuitas e podem ser feitas diretamente com o Coordenador da Modalidade, Maurides Júnior ou por e-mail (xadrezpirai@yahoo.com.br) até neste sábado dia 26/11. Importante, as inscrições são limitadas ao número de 38 participantes (capacidade do Clube Municipal de Xadrez onde acontecerá o evento). 

CRONOGRAMA
Dia 26/11 - Encerramento das inscrições
Dia 27/11 (Domingo)
1.ª rodada - 9h30
2.ª rodada - 10h15
3.ª rodada - 11h00
Intervalo almoço
4.ª rodada - 14h00
5.ª rodada - 14h50
6.ª rodada - 15h30
7.ª rodada - 16h10 (se houver)
Logo em seguida premiação. 

Participe! Está é mais uma promoção da Prefeitura Municipal de Piraí do Sul (Secretaria de Esportes e Lazer). 

PARANÁ ELABORA LEI DE INCENTIVO AO ESPORTE

Por Moacir Domingues


O assunto Lei Estadual de Incentivo ao Esporte predominou entre os temas da pauta da reunião da Secretaria de Esporte do Paraná com os representantes das federações de modalidades esportivas em funcionamento no Paraná, nessa terça-feira (22/11), no Palácio das Araucárias, onde até Governador Beto Richa compareceu para dar apoio. “A presença de vocês aqui é a garantia de que estamos no caminho certo. Nada melhor que a ajuda de vocês com sugestões para a Lei Estadual de Incentivo ao Esporte. Vocês orientam as ações do governo”, agradeceu Beto Richa, dizendo-se satisfeito com a participação.


Para orientar os representantes de federações sobre a Lei Estadual de Incentivo ao Esporte, o secretário de Esporte do Paraná, Evandro Rogério Roman, convidou o advogado Eraldo Panhoca, de São Paulo. Ele participou da criação da Lei Pelé (Federal, de incentivo ao esporte) e depois de leis estaduais com a mesma finalidade nos governos de São Paulo, onde ainda está atuando, do Rio de Janeiro e Santa Catarina. “É a melhor pessoa que poderia estar aqui conosco, por trazer uma vasta experiência no assunto”, apresentou Roman.
Além das esferas de atuações, a diferença entre as legislações Federal e estaduais, como a que será implantada no Paraná, está na origem dos recursos. A Lei Federal faz a captação através do Imposto de Renda, e a futura Lei paranaense fará através do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias). “Acredito muito mais no ICMS que no IR. No primeiro temos a dificuldade de convencer o contribuinte. Não adianta apenas a capacidade de nossos técnicos na elaboração dos projetos. No segundo encontramos uma grande facilidade de captação. Só temos que levar ao contador da empresa a segurança do investimento”, diferenciou.
Segundo Eraldo Panhoca, o empresário está ávido em participar de atividades desportivas, desde que sejam responsáveis. E sugeriu até que os municípios criassem legislações próprias de incentivo ao esporte, abrindo mão de parte do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano). “Em São Paulo, tivemos caso de o contribuinte ajudar um projeto sem se identificar. Em poucos meses de vigência, arrecadamos mais de 85 milhões de reais. O ICMS facilita porque tem receita mensal, enquanto a do IR é anual. E a liberação também é imediata, direto na conta do beneficiado”, explicou.

Compromisso
Antes de entrar em discussão a Lei Estadual de Incentivo ao Esporte, que pode ir para a aprovação da Assembléia Legislativa ainda este ano, o secretário Evandro Rogério Roman falou do compromisso do Governo do Estado com o esporte no Paraná. “A oficialização da Secretaria de Estado do Esporte é um sonho de todos nós. Foi um compromisso de campanha de Beto Richa. Ele disse que faria tudo que pudesse para ser o governador do esporte no Paraná. Isso para nós é uma felicidade grande, ter um governador que gosta de esporte. Agora o Governo elabora a Lei Estadual de Incentivo ao Esporte.”
Roman lembrou que chegou à Secretaria de Esporte vendo municípios de um lado e federações de outro. “Isso impedia o avanço de algumas modalidades em determinadas regiões. A pauta de trabalho está nas mãos dos municípios e das federações. Precisamos conversar, nos unirmos, para o esporte crescer como um todo. Tudo que pudermos fazer para fortalecer as federações, vamos fazer. Vamos criar programas de apoio às federações, com estruturas materiais e capacitação. O Estado está estendendo as mãos às federações para que as coisas aconteçam.”
Por último, Roman cobrou maior participação das universidades. “Temos que estar unidos também com as universidades. Embora elas tenham quase uma centena de cursos de Educação Física, não têm um órgão que trabalha com o esporte de alto rendimento. As mudanças que queremos vão passar pelas universidades.”
Antes dos questionamentos também falaram o presidente do Conselho Regional de Educação Física, Antônio Eduardo Branco, e o secretário de Esporte do Município de Curitiba, Marcelo Richa. “O Cref se sente orgulhoso. Todos ansiamos por uma política dessa. Cabe agora juntarmos as forças”, convoca Branco. “Estamos esperançosos com o crescimento do esporte no Paraná. Nós estamos ao lado das federações. Sentimos que estamos no caminho certo. Vamos avançar bastante”, aposta Marcelo.
Outros temas da pauta foram o calendário esportivo das federações, competições oficiais (Jogos Escolares, Jogos da Juventude e Jogos Abertos), prêmio Orgulho Paranaense, oferecido aos destaques esportivos do ano, e banco de dados da equipe de arbitragem.

terça-feira, novembro 22, 2011

RESULTADOS DO 4.º TORNEIO AGITA JAGUARIAÍVA.

O município de Jaguariaíva está investindo na modalidade de Xadrez, recentemente, dia 06/11, realizou uma etapa do Circuito de Xadrez Rápido dos Campos Gerais e agora realiza mais um evento que merece destaque. 



Resultados:


ABSOLUTO
1º - Jeferson Fonseca - 06 pts;

2º - Igor Dalcol Marcondes - 05 pts;

3º - Marco Soares - 04 pts;

SUB-16
1º - Daniel Lordello Alves - 03 pts;

2º - Bruno Gaudêncio de Mello - 03 pts;

3º - William Weber Norberto - 01 pt;

SUB-14
1º - Luiz Andrey Maciel Soares - 06 pts;

2º - Losllen Monik Nascimento - 05 pts;

3º -João Vitor Vieira Capri - 3,5 pts;

SUB-12
1º - Renata Cardoso Antunes - 05 pts;

2º - Vinícius de Mello Camargo - 05 pts;

3º -Murilo Corrêa de Moraes - 05 pts;

SUB-10
1º - Eduardo J. G. da Luz - 05 pts;

2º - Maria Fernanda Oliveira - 05 pts;

3º - Kevelyn Mairrane N. dos Passos - 04 pts;

SUB-08
1º - João Pedro Trentiny - 03 pts;

2º - Victória Lopes - 2,5 pts;

3º - Maria Eduarda Machado - 0,5 pts;

ESCOLA/ENTIDADE CAMPEÃ GERAL
1º - Colégio Positivo - 49,5 pts;

2º - Col. Est. Rodrigues Alves - 19,5 pts;

3º - Col. Est. Anita Canet - 17,5 pts;


A arbitragem do evento foi do AR Geovano Oliveira (Ponta Grossa).
Parabéns pela iniciativa!

Fonte: Departamento de Esportes e Recreação de Jaguariaíva

segunda-feira, novembro 21, 2011

PARANAENSE ABSOLUTO E FEMININO EM MARINGÁ!

Tudo pronto para a disputa do mais importante campeonato individual do ano.
Serão R$ 10 mil em prêmios a serem disputados de 14 a 22 de dezembro.
Maringá sempre realiza ótimos eventos. PARTICIPE!!

Folder da competição.

Regulamento da competição.


sábado, novembro 19, 2011

JAPS 2011 FOI PARA FICAR NA HISTÓRIA DO ESPORTE!

Toledo mostrou sem sombra de dúvidas que pode acolher competições esportivas de alto nível e atendendo de forma magistral aos atletas visitantes. 


Piraí do Sul esteve participando de 11 a 18 de novembro da 54.ª edição dos Jogos Abertos do Paraná, um dos eventos mais importantes e tradicionais do estado. O município esteve representado na modalidade de xadrez masculino e feminino.
É importante ressaltar que em 2011 o xadrez piraiense destacou-se em vários eventos conquistando vários títulos e outras tantas boas colocações, isto é fruto do grande apoio da Prefeitura de Piraí do Sul que não tem medido esforços para que nossos enxadrístas possam bem representar nossas cores.
Em Toledo o município mereceu destaque com a conquista de nove medalhas, sendo quatro de prata e cinco de bronze, inclusive sendo tema de matéria por parte da Secretaria do Esporte do Paraná (leia aqui o artigo de Ben Hur Chiconato).
No masculino a delegação terminou na oitava colocação no xadrez convencional por equipes e em sétimo na classificação geral, confira aqui o resultado final. No feminino a equipe piraiense terminou na quarta colocação no xadrez por equipes e em quarto lugar na classificação geral da modalidade.
Merece destaque a forma como a cidade de Toledo acolheu os visitantes/atletas/dirigentes que estiveram nesses dias de competição, realmente foi de impressionar a qualidade dos equipamentos esportivos oferecidos aos participantes, sem falar nos alojamentos e na educação do povo de Toledo, sempre acolhedor e disposto a ajudar no que fosse possível. Fica aqui o nosso agradecimento ao município de Toledo pelo respeito e organização oferecidos aos participantes desta edição.
Em nome da equipe piraiense de xadrez (masculino e feminino) deixamos um agradecimento especial ao Prefeito Municipal Antonio El Achkar que muito tem feito pela modalidade não medindo esforços para que possamos participar dos principais eventos do estado. Agradecemos também aos secretários Antonio El Achkar Filho e Márcio Fernandes de Lima e ao Diretor de Transportes Lauro Flügel.
Agradecimento carinhoso aos atletas Sérgio Busquete, Tomílas Blens, Herbert Morais, Duyllhon Carneiro, Rafaele Ferreira Silva, Juliana Choma, Pryscilla Polansky, Daiane Hornes e Jaqueline Gimni.
As próximas competições que Piraí do Sul estará representado será o paranaense de xadrez por equipes (Curitiba), onde Piraí tentará o tricampeonato paranaense com a equipe feminina, e as finais do paranaense de xadrez pensado em Maringá.

segunda-feira, novembro 14, 2011

XADREZ CONVENCIONAL COMEÇA HOJE NOS JAPS!!

Confiram as escalações e jogos do convencional masculino e feminino.
A primeira rodada acontece às 15h na UNIPAR Campus II.

Masculino

Feminino

domingo, novembro 13, 2011

JAPS 2011 - RESULTADOS PROVAS INDIVIDUAIS

Confira os resultados das provas de xadrez relâmpago e rápido realizados nos dias 12 e 13/11.
A equipe que representa o xadrez feminino de Piraí do Sul obteve excelentes resultados até o momento.
Ao todos foram cinco medalhas de bronze e duas de prata.

Xadrez Relâmpago

Xadrez Rápido

Amanhã começam as disputas no xadrez convencional por equipes às 15h.

terça-feira, novembro 08, 2011

TOLEDO JÁ VIVE EXPECTATIVA DOS JOGOS ABERTOS

CCO dos Jogos Abertos está localizada no meio do Lago Municipal em Toledo



A cidade de Toledo está se preparando para receber a 54ª edição dos Jogos Abertos do Paraná que terá abertura na próxima sexta-feira (11.11) no Parque Ecológico Diva Barth, no Lago Municipal no centro da cidade com a presença do Governador Beto Richa.
Já acostumada a sediar eventos de grande porte, a cidade de Toledo está vivendo a expectativa de receber pela quinta vez a Fase Final dos Jogos Abertos do Paraná. Por toda cidade é possível encontrar banner’s indicativos, outdoor, cartazes e intensa divulgação na mídia local sobre o maior evento esportivo paranaense.
A CCO (Comissão Central Organizadora) dos Jogos Abertos do Paraná ficará sediada no Centro Ecológico Diva Barth, uma construção no meio do Lago Municipal de Toledo. Desde segunda-feira (07.11) os técnicos da Secretaria do Esporte do Paraná estão na cidade recebendo as últimas atualizações das equipes, formatando tabelas, visitando locais de competição, alojamentos, tudo para que no sábado pela manhã as competições iniciem sem problema algum.
A 54ª edição dos Jogos Abertos do Paraná terá uma evolução na mídia dos jogos. O sistema de acompanhamento em tempo real já está sendo testado e trará uma inovação que promete atrair maior visibilidade para equipes, atletas e dirigentes. Em cada local de disputa de modalidades coletivas haverá um jornalista alimentando minuto a minuto as informações de cada jogo. Nas modalidades individuais, um panorama de cada prova também será postado ao final de cada bateria.
Um novo layout da página dos Jogos Abertos do Paraná já está no ar. Mais moderno e versátil, o site espera triplicar o número de acessos das edições anteriores.

Jandrey Vicentin
Coordenação de Comunicação SEES

segunda-feira, novembro 07, 2011

MEQUINHO, REZANDO PRA CHEGAR AO TOPO.

Por Carolina Araújo

Top 3 do xadrez nos anos 70, Mequinho reza para voltar ao topo.

A rotina de Henrique da Costa Mecking, o Mequinho, 59, enxadrista que chegou a ser o terceiro melhor do mundo nos anos 70, está longe da agitação da época em que desfilava em carro aberto no Rio e era convidado para o programa do Chacrinha.
Hoje, o que move o jogador todos os dias são duas refeições, seis remédios homeopáticos, uma missa e horas de oração e estudo de xadrez.
Mas, entre os tempos de herói nacional e a vida tranquila atual, o desejo de voltar a estar no topo do ranking mundial liga as duas épocas.
"Se eu chegasse de novo a ser um dos melhores, o país inteiro teria de me apoiar."
Mequinho vive hoje em Taubaté (140 km de São Paulo), em um apartamento de dois quartos e poucos móveis comprado no início do ano.
Mora com Tiago Pereira Rodrigues, 23, 203º lugar no ranking nacional, a quem apresenta como seu treinador e assessor nos treinos.
Sai pouco. Seu compromisso diário mais rígido é ir à missa --frequenta três paróquias diferentes--, hábito que segue mesmo quando disputa algum campeonato fora da cidade. Neste ano, jogou poucos. Lembra-se de um em Campinas, um na Espanha e outro em Santo André.
Mequinho se recusa a viajar para vários países, como a Rússia, um dos principais polos do xadrez mundial e de onde vieram alguns de seus maiores rivais nos anos 70.
"Há muitos lugares a que não quero ir. Só jogo em países em que me sinta bem pela situação política e religiosa, em que os cristãos não sejam perseguidos, onde haja liberdade e democracia."
Na próxima semana, estará em Mogi das Cruzes, nos Jogos Abertos do Interior, disputa entre cidades --defende São Bernardo do Campo. Não revela quanto ganha para isso. Os melhores jogadores brasileiros costumam receber cerca de R$ 2.000 mensais.
Aumenta sua renda com palestras e simultâneas, eventos em que enfrenta vários rivais ao mesmo tempo.
Além do apartamento onde vive, tem um carro. Dinheiro, afirma, não é um problema.
"Gasto pouco. Minha casa é simples, e não me interesso por móveis ou roupas luxuosos. Aprendi que é mais fácil ir para o céu de uma cabana do que de um palácio."

DOENÇA
Mequinho descobriu a religião na época em que se afastou do esporte que o consagrou. O motivo foi a miastenia grave, doença que afeta os músculos e que foi detectada no auge da carreira.
Em 1978, o gaúcho era o terceiro colocado do ranking da Fide (Federação Internacional de Xadrez), atrás dos russos Anatoly Karpov e Viktor Korchnoi (que, posteriormente, naturalizou-se suíço).
Mas a miastenia o fez abandonar os tabuleiros. No pico da doença, quando não tinha forças para mastigar ou escovar os dentes, Mequinho entrou para o movimento católico Renovação Carismática.
Nos anos seguintes, formou-se em teologia e filosofia, tentou ser padre ("Mas vi que não era esse o caminho"). E afirma que um milagre o levou à cura da doença.
Hoje, diz estar "quase bom". Reclama de cansaço, especialmente quando joga xadrez --voltou definitivamente ao esporte em 2000.
Se está disputando um torneio, acrescenta mais um remédio homeopático a seu arsenal diário. Já a alimentação é sempre a mesma: duas vezes por dia, só alimentos naturais e sem tempero.
Mequinho diz que só vai se curar totalmente "quando Jesus quiser". Mesmo assim, afirma estar "muito vivo". "Vou fazer 60 anos agora [em janeiro]. Muita gente não me dá essa idade e diz que eu tenho dez, 15 anos a menos."
As orações, segundo o enxadrista, não curaram apenas a miastenia. Enumera outros episódios que ocorreram após "rezar muito": a redução do grau da miopia, o conserto da sua geladeira ou a cura de uma fratura no dedo.
"Há jogos em que estou para perder, e Jesus e Nossa Senhora me salvam. Claro, nem sempre escapo, senão já seria o campeão do mundo."
O temor da derrota influencia até sua relação com os fãs. Não aceita dar autógrafos em planilhas de xadrez, onde são anotados os lances das partidas. "Tenho medo de que alguém bote lá que eu perdi."
Com a cura total da doença, espera voltar a estar entre os melhores do mundo. "Se eu disser que Jesus me curou e for o último em um torneio, não vão acreditar em mim."
Mas o topo do ranking mundial está distante. Mequinho é o 253º da lista, com 2.590 pontos, e o quarto colocado entre os brasileiros. Nos últimos dois anos, afirma ter subido 48 pontos no ranking. Faltam hoje 236 pontos para igualar o número um, o norueguês Magnus Carlsen, 20.
O brasileiro, porém, não usa a matemática e a lógica, mas a religião, para explicar como alcançará a façanha. Com relatos de aparições de Nossa Senhora em Medjugorje, na Bósnia, passagens bíblicas e a proximidade do "final dos tempos", diz como será a nova ascensão no xadrez.

POLÍTICA
Do tempo em que era o terceiro melhor do planeta, feito nunca repetido no país, restaram lembranças do regime militar, que transformou Mequinho em herói nacional.
O enxadrista elogia o ex-presidente Emílio Garrastazu Médici (1969 e 1974), líder dos anos de chumbo da ditadura.
"O presidente Médici me ajudou muito. Era um homem inteligente, gostava de esporte. Em 1970, pedi a ele um cargo para deixar a faculdade em Porto Alegre, só jogar xadrez e tentar ser campeão do mundo. Ele disse: 'Sim, vou resolver seu problema'."
Mequinho foi nomeado no Ministério da Educação e se mudou em 1971 para o Rio.
No ano seguinte, tornou-se o primeiro grande mestre do país, em 1972, aos 19 anos, feito que o levou a desfilar pela cidade em carro de bombeiros com a bateria da Mangueira e a torcida do Flamengo.
Ainda ganhou dois importantes torneios da época, os Interzonais de Petrópolis (1973) e Manila (1976). Suas partidas saiam nos jornais.
Mas Mequinho, testemunha da influência que a Guerra Fria tinha sobre a elite do xadrez, também reclama das pressões daquela época.
"Os melhores do mundo sofrem uma perseguição muito grande. Veja o quanto o [Bobby] Fischer sofreu", diz, citando o americano, morto em 2008, que encerrou a hegemonia soviética ao virar campeão mundial em 1972.
Após virar símbolo dos EUA na Guerra Fria, Fischer abandonou o xadrez em 1975. Como Mequinho, tentou voltar décadas depois. Sem o mesmo sucesso de antes.

Veja mais emTV Folha.
Fotos: Caio Guatelli - 03.nov.2011/Folhapress e Fred Chalub - 20.nov.2009/Folhapress

Texto enviado pelo amigo Téia, de Paranavaí. 


CXRCG - 3.ª ETAPA - RESULTADOS

Aconteceu no domingo (06/11) a 3.ª etapa do V CIRCUITO DE XADREZ RÁPIDO DOS CAMPOS GERAIS na cidade de Jaguariaíva. O local dos jogos foi o Clube Recreativo Municipal Dona Elvira Puglieli Xavier.


Mais de 70 jogadores de várias localidades estiveram prestigiando o evento.
A direção ficou a cargo do AR Maurides Júnior, o árbitro principal foi o AR Geovano Oliveira tendo na equipe de apoio Adriana Oliveira e Tomílas Blens.
A etapa final está marcada para acontecer em Piraí do Sul, no dia 11/12.

Confira todos os resultados:

Absoluto
Feminino Absoluto
Sub 08A
Sub 10A/F
Sub 12A
Sub 12F
Sub 14A
Sub 14F
Sub 16A/F

sábado, novembro 05, 2011

CXRCG - 3.ª ETAPA - LISTA DE PARTICIPANTES

Confira as listas de participantes da 3.ª etapa do Circuito de Xadrez Rápido dos Campos Gerais. Ao todo houve 110 inscrições.
Informamos que NÃO SERÃO ACEITAS NOVAS INSCRIÇÕES.
Importante, as confirmações devem ser feitas até as 9h, sem exceções. Caso haja atraso somente poderão entrar na segunda rodada do evento. 

Confira!

Absoluto e Sub 18A
Feminino Absoluto
Sub 08A
Sub 10A/F
Sub 12A
Sub 12F
Sub 14A
Sub 14F
Sub 16A/F




quinta-feira, novembro 03, 2011

XADREZ NOS JOGOS ABERTOS DO PARANÁ.

De 11 a 18 de novembro, a modalidade de xadrez será disputada nos Jogos Abertos do Paraná, em Toledo.
Serão três provas realizadas: Xadrez Relâmpago, Xadrez Rápido e o Convencional por equipes.

Veja quais as equipes disputam o importante título deste ano:



Feminino (8 municípios)

Araucária, Campo Mourão, Cascavel, Foz do Iguaçu, Maringá, Paranavaí, Piraí do Sul, Ponta Grossa.


Masculino (17 municípios)

Araucária, Campo Mourão, Cascavel, Corbélia, Foz do Iguaçu, Francisco Beltrão, Londrina, Mandaguari, Maringá, Palmital, Paranaguá, Paranavaí, Piraí do Sul, Ponta Grossa, São José dos Pinhais, Toledo, União da Vitória.


Para mais informações acesse o site da Paraná Esporte.