segunda-feira, julho 02, 2012

SÉRIE TALENTOS PARANAENSES

Continuando a série sobre os jovens talentos do xadrez paranaense, hoje damos espaço aos irmãos Sakada (Marcos e Carolina). É impossível falar de xadrez de alto rendimento na categoria de menores e não mencionar estes dois.

É difícil não contar a história dos dois irmãos juntos, pois o desenvolvimento deles no xadrez foi um processo conjunto, de parceria nos treinamentos.
Carolina aprendeu a jogar xadrez aos 8 anos de idade no “Projeto Xadrez nas Escolas”, com a Professora Adriana, na Escola Santa Terezinha de Paranavaí. Tomou gosto pelo jogo e em casa, para ter alguém com quem jogar, ensinou os primeiros passos para seu irmão, Marcos, que na época tinha 5 anos.
Quando Marcos começou a frequentar a escola, já tinha alguma noção do jogo o que chamou a atenção da professora Adriana que acabou fazendo um convite aos dois irmãos para competir em Circuitos Escolares de Xadrez que eram organizados pelo Clube de Xadrez de Paranavaí.
Os dois irmãos começaram então a competir nestes circuitos, com meninos e meninas de idade superior aos deles. Marquinhos, ainda no pré-escolar, começou a competir com alunos da 3ª e 4ª série.
Em 2005, os dois irmãos foram convidados pelo Clube de Xadrez de Paranavaí a participar Campeonato Paranaense de Menores, realizado em Matinhos.
Marquinhos surpreendeu e logo no primeiro campeonato, chegou a final com 3 concorrentes, no desempate (no xadrez relâmpago), faltou um pouco de experiência e acabou sucumbindo a pressão.
Carolina não foi bem neste primeiro torneio e acabou ficando em penúltimo lugar. Mas o resultado não a desanimou, e inspirou-se em seu irmão para prosseguir. 
Com o resultado, logo no primeiro torneio, o Clube convidou os dois irmãos para treinar com Salvio Sakakibara. Os treinamentos surtiram efeito, tanto que a Carol foi campeã no ano seguinte (2007 – Francisco Beltrão) e o Marquinhos, desta vez obteve o vice campeonato.
O treinamento prosseguiu e em 2008 (Apucarana) e 2009 (Foz do Iguaçu), conseguiram dobradinhas, sendo ambos campeões paranaenses. Carol também conseguiu em 2009 o 3º lugar no Brasileiro de Xadrez (Londrina).
Também receberam vários convites de escolas particulares para representá-los nos Jogos Escolares. Carol ainda não teve o privilégio de representar o Estado nas Olimpíadas Escolares (talvez esse seja o ano), mas o Marquinhos, já conseguiu a vaga em 2009 (onde foi desclassificado por não ter idade suficiente), em 2010 (Fortaleza), e agora em 2012 também será o representante do Estado.  
Mas todo esse sucesso não seria possível se não fosse o esforço de todos os integrantes do Clube de Xadrez de Paranavaí, que sempre incentivaram a pratica de xadrez, e em especial ao presidente José de Arimatéria, e aos técnicos e professores freqüentados do clube.

Principais conquistas dos jovens talentos:

CAROLINA CONTRERA SAKADA
14/02/1995

Campeã Paranaense sub-12 (Francisco Beltrão)
Campeã Paranaense sub-14 (Apucarana)
Campeã Paranaense sub-14 (Foz do Iguaçu)
Campeã Paranaense sub-16 (Umuarama)
Campeã Paranaense sub-20 (Umuarama)
Campeã Paranaense de Xadrez Rápido (2008)
3º Colocada Brasileiro de Xadrez 2009
Vice-Campeão Copa Mercosul 2009 (equipe)
Tri-Campeã dos Jogos Escolares (equipe)
Bi-Campeã dos Jogos da Juventude (equipe)

MARCOS VINICIUS CONTRERA SAKADA
21/11/1998

3º Lugar Paranaense sub-8 (Matinhos)
Vice-campeão sub-10 (Francisco Beltrão)
Campeão Paranaense sub-10 (Apucarana)
Campeão Paranaense sub-12 (Foz do Iguaçu)
Campeão Paranaense sub-12 (Douradina)
Vice-Campeão sub-14 (Umuarama)
Campeão Paranaense sub-14 (Maringá)
3º Lugar Paranaense sub-20 (Paranavaí)
Campeão Paranaense de Xadrez Rápido (Londrina)
3º Colocada Brasileiro de Xadrez 2011 (Catanduvas)
Tri-Campeão dos Jogos Escolares (equipe)
Vice-Campeão dos Jogos da Juventude (equipe)

Por tudo isso, Marcos e Carolina Sakada são JOVENS TALENTOS DO PARANÁ.

O Blog Xadrez Piraí agradece aos pais dos talentosos enxadrístas pelas informações. 

2 comentários:

Sakada disse...

Agradeço pela divulgação de meus filhos.
Aproveito também para salientar a importância dos projetos esportivos dentro das escolas.
Se não fosse o projeto de xadrez, nunca perceberia esse dom de meus filhos, pois não sabia jogar este jogo, e meu esporte predileto sempre foi artes marciais.
Quantos outros talentos não poderiam ser encontrados com projetos esportivos dentro das escolas?

Ricardo Silva disse...

Parabéns !!!! tomara que traga muitas conquistas para Paranavaí!!!