segunda-feira, agosto 26, 2013

TORNEIO DE ANIVERSÁRIO DE LOURENÇO JOÃO CORDIOLI.

O Clube de Xadrez de Curitiba realizou um ótimo evento em homenagem a uma das lendas do xadrez brasileiro. Detalhe, Geovani Broday foi o campeão invicto. 

Sábado, 24 de agosto foi realizado na capital o torneio comemorativo aos 97 anos do enxadrista Lourenço João Cordioli. Além de homenagear tão ilustre jogador, a competição serviu como intercâmbio entre jogadores de alto nível e a movimentação / obtenção de rarting internacional.
O sistema utilizado foi o suíço em seis rodadas com tempo de reflexão de 15 min. + 6 seg. / k.o. com arbitragem do AI Carlos Calleros e direção do Presidente do CXC Murilo Salustiano. 

O jovem e "imparável" Geovani Broday foi o grande vencedor com cinco vitórias e apenas um empate na última rodada, jogando contra Gabriel Broday (seu irmão), que foi o vice-campeão com 4 vitórias e 2 empates, terminando o torneio também de forma invicta.

Vale também destacar a participação das delegações de Piraí do Sul e Ponta Grossa que muito bem representaram a região dos Campos Gerais levando a maioria das premiações.   
Confira a classificação final da competição.
Site oficial do torneio de Aniversário de Lourenço João Cordioli. 

Entre os piraienses destaque para Luiz Fernando Lemes Ferreira (campeão da categoria até 14 anos), Maria Verônica Bartmeyer (campeã da categoria até 16F), Susana Bartmeyer (campeã do Sub 20F) e Igor Dalcol Marcondes (maior pontuador piraiense e vice do Sub 18).

Agradecimentos à Prefeitura Municipal de Piraí do Sul, ao Secretário de Educação Pedro Dalcol Filho e ao Secretário de Esportes e Lazer Hélio Saldanha Júnior.  

Quem é Lourenço João Cordioli?

Uma das lendas do xadrez brasileiro. 
Catarinense de nascimento, sempre esteve a frente das questões de xadrez do país, foi vice-presidente do maior Clube de Xadrez do Brasil, o Clube de Xadrez de São Paulo. 
É detentor de vários títulos. Foi campeão paulista consecutivamente nos anos de 47,48,49, feito inédito até hoje jamais alcançado.
Depois de não jogar durante 20 anos,foi vice-campeão paulista em 55 e 67.  Em 1997 conquistou o brasileiro de veteranos que aconteceu em Itaperubá, Santa Catarina, o que resultou em sua participação no mundial de veteranos realizado em Badwildenbad, na Alemanha.
Perguntado certa vez de como definiria o xadrez, Cordioli respondeu assim: "É um esporte e uma ciência com princípios e leis. É uma escola de vida. Ensina o que o homem precisa saber para vencer. Aproveitar o tempo, as oportunidades e, sempre, antes de agir, indagar por que e para que? Indagar quais objetivos do adversário e suspeitar sempre das aparências e das ofertas de vantagens. É também um instrumento de afirmação. O bom enxadrista assume a responsabilidade pela boa ou má condução da partida. É um meio de aferição do acerto ou equivoco das decisões que toma. Habitua o praticante a se controlar diante de emoções mais intensas, a raciocinar. Amadurece o intelecto.
É também um excelente passatempo, é um deleite da inteligência, é um mundo à parte. Só jogando para saber."

Um comentário:

André Fernandes disse...

Boa noite, o site Xadrez Brasileiro acaba de disponibilizar um novo widget. Através dele o seu blog poderá exibir as últimas atualizações dos melhores blogs de xadrez do Brasil.

Veja mais em: www.xadrezbrasileiro.com/widget